terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Na festa dos 95 anos de José Nicolau

Na festa dos 95 anos de papai compareceram umas 45 pessoas, todas da família.

Rita e eu com madrinha Maria em 19.01.2019
Rita e eu com madrinha Maria em 19.01.2019

Rene, Airton, Geraldo, Sônia e Ademar
Rene, Airton, Geraldo, Sônia e Ademar: 19.01.2019

Rene, Airton, Ademar e Sônia: 19.01.2019
Rene, Airton, Ademar e Sônia: 19.01.2019

Madrinha Maria, Gracinha e Vilmar na música sertaneja: 19.01.2019
Madrinha Maria, Gracinha e Vilmar: 19.01.2019

O neto Thiago Henrique conversa com José Nicolau: 19.01.2019
Thiago Henrique e José Nicolau em 19.01.2019

Papai, tio Tonico e Thiago Henrique: 19.01.2019
Papai, tio Tonico e Thiago Henrique: 19.01.2019

José Nicolau com netos em 19.01.2019
José Nicolau com netos em 19.01.2019

Thiago Henrique, Camila, Juliana, Gracinha, Ana Clara e Sônia
Na festa de José Nicolau, em Alagoas: 19.01.2019

Netas e netos de José Nicolau na festa dos 95 anos em 19.01.2019
Netas e netos de José Nicolau em 19.01.2019

Na festa de José Nicolau em 19.01.2019
Na festa de José Nicolau em 19.01.2019

Camila e Juliana, netas de José Nicolau - 19.01.2019
Camila e Juliana, netas de José Nicolau - 19.01.2019

Camila e Thiago Henrique, netos de José Nicolau - 19.01.2019
Camila e Thiago Henrique, netos de José Nicolau - 19.01.2019

Os netos de José Nicolau continuaram a festa na casa de Geraldo e Gracinha em 19.01.2019
Netos de José Nicolau na casa de Geraldo e Gracinha em 19.01.2019

Leia Mais:
José Nicolau, meu pai: 95 anos
Com José Nicolau, meu pai, na festa dos 95 anos
Comemorando os 95 anos de meu pai

Comemorando os 95 anos de meu pai

No dia 19, sábado, na fazenda de papai, no distrito de Alagoas, comemoramos os seus 95 anos.

Com papai, na fazenda, em 19.01.2019
Com papai, na fazenda, em 19.01.2019

Com papai, Dindinho e tio Tonico: 19.01.2019
Com papai, Dindinho e tio Tonico: 19.01.2019

A turma do truco: 19.01.2019
A turma do truco: 19.01.2019

Com Dindinho, na festa dos 95 anos de papai: 19.01.2019
Com Dindinho, na festa dos 95 anos de papai: 19.01.2019

José Nicolau: 95 anos - 19.01.2019
José Nicolau: 95 anos - 19.01.2019

José Nicolau e o bolo dos 95 anos: 19.01.2019
95 anos de José Nicolau - 19.01.2019

José Nicolau com seus 9 filhos - 19.01.2019
José Nicolau com seus 9 filhos - 19.01.2019

José Nicolau com seus filhos em 19.01.2019
José Nicolau com seus filhos em 19.01.2019

José Nicolau com netas e netos: 19.01.2019
José Nicolau com netas e netos: 19.01.2019

José Nicolau com suas bisnetas em 19.01.2019
José Nicolau com suas bisnetas em 19.01.2019

José Nicolau: 95 anos - 19.01.2019
José Nicolau: 95 anos - 19.01.2019

José Nicolau com suas noras e genro - 19.01.2019
José Nicolau com suas noras e genro - 19.01.2019

Leia Mais:
José Nicolau, meu pai: 95 anos
Com José Nicolau, meu pai, na festa dos 95 anos

Com José Nicolau, meu pai, na festa dos 95 anos

Com meu pai na casa da Sônia: 18.01.2019
Com meu pai na casa de Sônia e Valdemar: 18.01.2019

Com papai, na casa de Valdemar e Sônia em 18.01.2019
Com papai, na casa de Valdemar e Sônia em 18.01.2019

José Nicolau na casa de Valdemar e Sônia em 18.01.2019
José Nicolau na casa de Valdemar e Sônia em 18.01.2019

José Nicolau em Patos de Minas: 18.01.2019
José Nicolau em Patos de Minas: 18.01.2019

José Nicolau na casa de sua filha Sônia: 18.01.2019
José Nicolau na casa da Sônia: 18.01.2019

Com papai e Sônia em 18.01.2019
Com papai e Sônia em 18.01.2019

José Nicolau saindo da casa da Sônia: 18.01.2019
José Nicolau saindo da casa da Sônia: 18.01.2019

Na casa de Dindinho e madrinha Maria: 18.01.2019
Com Dindinho e madrinha Maria: 18.01.2019

Na casa de Dindinho e madrinha Maria em 18.01.2019
Com Dindinho em 18.01.2019

Rita comprando queijo na feira em 19.01.2019
Rita comprando queijo na feira em 19.01.2019

Leia Mais:
José Nicolau, meu pai: 95 anos
Comemorando os 95 anos de meu pai

José Nicolau, meu pai: 95 anos

No dia 16 de janeiro de 2019, José Mariano da Silva, meu pai, mais conhecido como José Nicolau, ou "seo" Zé Nicolau, completou 95 anos de vida.

Nós, filhos de "seo" Zé Nicolau, com alguns parentes e amigos, passamos o sábado, dia 19, com ele.

Rita e eu chegamos em Patos de Minas no dia 17 e ficamos até dia 21. Como nos outros anos, Geraldo, meu irmão, e Gracinha, sua esposa, gentilmente nos acolheram em sua casa.

Parabéns, papai, por seus 95 anos de vida!

Algumas fotos [veja também as fotos das comemorações dos 90, 91, 92, 93 e 94 anos]:

Chegando em Rifaina, no Rio Grande: 17.01.2019
Chegando em Rifaina: 17.01.2019

Em Rifaina, São Paulo: 17.01.2019
Em Rifaina, São Paulo: 17.01.2019

Ponte sobre o Rio Grande, em Rifaina: 17.01.2019
Ponte sobre o Rio Grande: 17.01.2019

No Rio Grande, em Rifaina, a caminho de Patos: 17.01.2019
No Rio Grande, a caminho de Patos: 17.01.2019

Rio Grande, em Rifaina: 17.01.2019
Rio Grande, em Rifaina: 17.01.2019

Casa de Geraldo e Gracinha, em Patos de Minas: 17.01.2019
Com Geraldo e Gracinha - Patos de Minas: 17.01.2019

Na casa de Geraldo e Gracinha: 17.01.2019
Na casa de Geraldo e Gracinha: 17.01.2019

Em Patos de Minas: 17.01.2019
Em Patos de Minas: 17.01.2019

Leia Mais:
Com José Nicolau, meu pai, na festa dos 95 anos
Comemorando os 95 anos de meu pai

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Relógio babilônico

Os babilônios usavam dois tipos diferentes de unidades de tempo: o primeiro era definido por fenômenos homogêneos (ou seja, sempre o mesmo comprimento), fossem astronômicos (surgimento de uma estrela ou movimento de um corpo celeste) ou físicos (relógio de água); o segundo era um sistema sazonal em que a duração de uma hora muda dependendo da duração da luz do dia. Este relógio mostra seu horário local usando um sistema babilônico de horas sazonais.

Babylonian Hours

This clock shows you your local time computed using a Babylonian system of seasonal hours. There are two different types of units of time in the Babylonian system, the first is set by homogeneous phenomena (i.e. always the same length), either astronomical (appearance of a star or movement of a celestial body) or physical (water clock), the second is a seasonal system whereby the length of an hour changes depending on the length of daylight. The Babylonians used multiple methods for measuring the passage of time throughout the day, a common system was dividing the 24-day up into 12 "double"-hours (bēru), these units of time were equivalent to 30° of the sun's movement around the earth (360° divided by 12 is 30°). This clock (somewhat anachronistically) makes use of both fixed and seasonal units of time.

...

This clock uses a system of time calculation from 2,500 years ago used by the Babylonians in ancient Mesopotamia. The time is based on the concept of a seasonal hour, i.e. the length of an hour is seasonal and depends on the duration of daylight in your current location. This website grabs your location and computes your local time in this Babylonian system. Obviously, the ancient Babylonians did not have digital clocks, so this clock takes a few liberties with how it displays the data, if you want to know more about the calculations and ancient Babylonian units of time continue reading below.

If you're just curious how to read this clock, the first number is the hour past sunrise or sunset (depending on day or night), the second is a unit called an which counts up from zero to a maximum of 16 for your current location, the third number is a unit called gar for which there are 60 in an , the acronym at the end refers to a named quarter of the 24-hour day.


Leia Mais:
Histórias de criação e dilúvio na antiga Mesopotâmia
Histórias do Antigo Oriente Médio: uma bibliografia
Histórias do Antigo Oriente Médio: alguns recursos online

sábado, 5 de janeiro de 2019

Seguidores de Jesus no Império Romano do século I


DUFF, P. B. Jesus Followers in the Roman Empire. Grand Rapids, MI: Eerdmans, 2017, 275 p. - ISBN 9780802868787.

DUFF, P. B. Jesus Followers in the Roman Empire. Grand Rapids, MI: Eerdmans, 2017.
 
Quando Jesus de Nazaré começou a proclamar o reino de Deus no século primeiro, ele provavelmente não tinha intenção de iniciar uma nova religião, especialmente uma que incluísse os pagãos da época. No entanto, uma nova religião acabou se desenvolvendo - uma religião que incluía não-judeus, e que foi rapidamente dominada por eles.

Como isso aconteceu? O estudo de Paul Duff oferece um relato acessível e bem documentado das origens cristãs, começando com o ensinamento de Jesus e se movendo até o final do século primeiro. A narrativa de Duff mostra como o movimento judaico rural liderado por Jesus se transformou em um fenômeno em grande parte não judaico nos centros urbanos do Império Romano.

Prestando atenção especial aos contextos sociais, culturais e religiosos - bem como às primeiras ideias cristãs sobre idolatria, casamento, família, escravidão e etnia - o estudo ajudará os leitores a ter uma compreensão mais profunda da identidade, crenças, e práticas dos primeiros seguidores de Jesus.



When Jesus of Nazareth began proclaiming the kingdom of God early in the first century, he likely had no intention of starting a new religion, especially one that included former pagans. Yet a new religion did eventually develop―one that not only included non-Jews but was soon dominated by them.

How did this happen? Jesus Followers in the Roman Empire by Paul Duff offers an accessible and informed account of Christian origins, beginning with the teaching of Jesus and moving to the end of the first century. Duff's narrative shows how the rural Jewish movement led by Jesus developed into a largely non-Jewish phenomenon permeating urban centers of the Roman Empire.

Paying special attention to social, cultural, and religious contexts―as well as to early Christian ideas about idolatry, marriage, family, slavery, and ethnicity―Jesus Followers in the Roman Empire will help readers cultivate a deeper understanding of the identity, beliefs, and practices of early Christ-believers.


Leia a resenha de Phillip J. Long, Book Review: Paul B. Duff, Jesus Followers in the Roman Empire em Reading Acts. Publicada em 20 de julho de 2018. Ele conclui que o livro é uma valiosa introdução ao estudo do cristianismo primitivo -  "Nevertheless, Jesus Followers in the Roman Empire is a valuable introduction to the study of early Christianity".

Leia ainda a resenha de Steven Shisley, Jesus Followers in the Roman Empire, publicada em 17 de fevereiro de 2018 em Reading Religion. Entre outras coisas, se lê: "Overall, Duff has written an informative and interesting book. His writing is clear and concise".


Leia também o artigo de Paul B. Duff em The Bible and Interpretation, dezembro de 2018: Family in the Early Jesus Movement


Paul B. Duff is Professor of Religion at the George Washington University in Washington, DC.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Biblical Studies Carnival 154

Seleção de postagens dos biblioblogs em dezembro de 2018.

December Biblical Studies Carnival

Trabalho feito por Christopher L. Scott em seu blog.

terça-feira, 1 de janeiro de 2019

Feliz 2019

Desejo a todos os visitantes do Observatório Bíblico e da Ayrton's Biblical Page um Feliz 2019!

Nuvem de tags - Observatório Bíblico

Feliz Ano Novo!

Happy New Year!

Feliz Año Nuevo!

Bonne Année!

Frohes Neues Jahr!

Buon Anno!