terça-feira, 31 de julho de 2018

A vida dos judaítas exilados na Babilônia

Judean Life in Babylonia - By Dr. Laurie Pearce - TheTorah.com

Após a conquista de Judá em 586 a.C., Nabucodonosor deportou muitos judaítas para a Babilônia. Como era a vida deles no exílio? Eles foram assimilados ou não? Que língua (s) eles falavam e que práticas religiosas eles mantiveram? Qual era a sua posição social e econômica? Registros babilônicos nos permitem vislumbrar a vida de alguns dos deportados.


Upon the conquest of Judah, Nebuchadnezzar deported many Judeans to Babylonia. What was their life like there? Were they assimilated, or did they stand out? What language(s) did they speak and what religious practices did they maintain? What was their social and economic standing? Babylonian records allow us glimpses into the lives of some of the deportees.


A Dra. Laurie Pearce é Professora de acádico no Departamento de Estudos do Oriente Médio, Universidade da Califórnia, Berkeley, USA.

Dr. Laurie Pearce is a Lecturer in Akkadian in the Department of Near Eastern Studies, University of California, Berkeley.

Ezequiel: sacerdote israelita e intelectual babilônico

Ezekiel: A Jewish Priest and a Babylonian Intellectual - By Dr. Laurie Pearce - TheTorah.com

Ezequiel, um sacerdote nascido, criado e educado em Judá, viveu e profetizou grande parte de sua vida adulta na Babilônia em contato com eruditos e escribas especialistas em cuneiforme. O uso que Ezequiel faz das palavras tomadas do acádico, suas alusões a obras-primas da literatura cuneiforme, como a Epopeia de Gilgámesh, e sua compreensão da cosmologia babilônica, tudo isso atesta sua inserção bastante significativa no ambiente cultural da Babilônia.

Ezekiel, a priest born, raised, and educated in Judah, lived and prophesied much of his adult life in Babylonia in contact with cuneiform scholars and scribes. Ezekiel’s use of Akkadian loanwords, his allusions to masterpieces of cuneiform literature (such as the Gilgamesh Epic), and his understanding of Babylonian cosmology all attest to his rather complete integration into the cultural milieu of Babylon.


A Dra. Laurie Pearce é Professora de acádico no Departamento de Estudos do Oriente Médio, Universidade da Califórnia, Berkeley, USA.

Dr. Laurie Pearce is a Lecturer in Akkadian in the Department of Near Eastern Studies, University of California, Berkeley.

domingo, 29 de julho de 2018

Recursos para aprender hebraico

Alguns recursos na Play Store (Android) e no YouTube. Testados em 28.07.2018.
Biblia Hebraica Stuttgartensia

1. Na Play Store (Android)

. Hebrew Bible Reader - Matt Robertson

Bíblia Hebraica completa. Usa a fonte SBL, que pode ser redimensionada. Traduz a palavra para o inglês quando se toca no texto.

Baseada no projeto Open Scriptures, uma plataforma para o desenvolvimento de dados escriturísticos abertos e suas aplicações. O texto do projeto é baseado no Westminster Leningrad Codex.

A reader's edition of the Hebrew Bible / Hebrew Old Testament.

Text:
- full text of the Hebrew Bible (OHB)
- glosses: quickly displays glosses for a word by touching it.

Design:
- uses latest Android Material Design principles
- resizeable text
- uses the SBL Hebrew font
- quickly resume reading where you left off with one click from the home screen


. Alef Bet Wheel - Jewish Interactive

Alef Bet Wheel é uma ferramenta fácil de usar para aprender o alfabeto hebraico e sons de vogais hebraicas. Gire a roda e ouça todas as letras. Gire a roda interior e divirta-se misturando as letras hebraicas com as diferentes vogais hebraicas. Este aplicativo é ideal para as primeiras tentativas de leitura em hebraico.

Alef Bet Wheel is an easy-to-use tool to learn the Hebrew alphabet and Hebrew vowel sounds. Spin the wheel and hear all the letters. Turn the inside wheel (the Magen David) and have fun blending the Hebrew letters with the different Hebrew vowels. This app is ideal for early Hebrew reading skills.


. Write It! Hebrew - Jernung

Aplicativo de reconhecimento de escrita em hebraico. Ensina a escrever o alfabeto.

Write It! Hebrew is the first writing recognition app for Hebrew! Try our writing recognition and you'll never want to go back to tracing apps.


. Nemo Hebraico - Nemo Apps

Nemo é projetado para que você comece falando as palavras mais úteis em hebraico imediatamente. Cada palavra em hebraico é pronunciada com clareza em áudio de alta qualidade por um falante nativo. Todo o áudio é baixado para seu dispositivo e fica disponível offline ou em modo avião. Domine seu sotaque com o "Estúdio de Pronúncia". É só gravar você mesmo dizendo uma frase e depois ouvir sua voz junto com a voz do professor. Depois tente novamente. Nemo não é construído em torno de lições de tipo algum. É para ser compreendido através do dia, sempre que você tiver alguns minutos livres. Este app para aprender hebraico está disponível inteiramente em português e outros 10 idiomas. Nemo tem como alvo as palavras e frases usadas com maior frequência em conversação. Para iniciantes, preparamos as listas "Se For Aprender Só 10 Coisas", "Se For Aprender Só 50 Coisas" e "Se For Aprender Só 100 Coisas". Estudantes intermediários podem avançar para um curso das palavras de maior frequência necessárias para viagem. Estudantes avançados se beneficiarão mais da tecnologia do "Estúdio de Pronúncia" para corrigir seu sotaque estrangeiro.


. Google Tradutor e Traduzir Voz (Tradutor)

O "Google Tradutor" faz quase tudo, mas não traduz voz para o hebraico. Só escrita. O "Traduzir Voz", da HawsoftMob, é bom para a tradução de voz do hebraico. Uma dica pode ser vista em Os 11 melhores aplicativos para tradução (Android e iOS) -  26/09/2017.

Antigo Testamento Interlinear Hebraico-Português


2. No YouTube

. Basic Biblical Hebrew Vocabulary - Michal Shmuel

Vocabulário básico do hebraico bíblico em 30 vídeos - Pronúncia de vocabulário básico do hebraico bíblico com tradução em inglês e o plural dos substantivos. São 451 palavras. Veja as palavras no slide e ouça sua pronúncia. Por Michal Shmuel.

Pronunciation of basic biblical Hebrew vocabulary - 451 words and the plural forms of nouns. The arrangement of the words corresponds to eTeacher's Biblical Hebrew Course A. See the Hebrew words on the slide and hear their pronunciation by Michal Shmuel.


. Aprenda Hebraico -  frases hebraicas básicas em inglês e hebraico - Eko Languages

Frases de hebraico moderno. Escrita sem vogais. Pronunciadas em inglês e hebraico.

Leia Mais:
Noções de Hebraico Bíblico
Língua Hebraica Bíblica 2018

sábado, 21 de julho de 2018

Slides de Qumran por Philip Davies

Philip Davies’ Qumran Slide Collection (1970-71) now available

Qumran (1970-71). Fr. Roland de Vaux demonstrating how clothing was laundered at Qumran, where items were washed and patted dry on flat stone.  From the collection of Professor Philip Davies, Emeritus Professor at the University of Sheffield

DQCAAS is extremely grateful to the late Prof. Philip R. Davies for generously making available to us his slide collection of Qumran. These slides were taken in 1970-71 when he was a doctoral student in Jerusalem, working on the Dead Sea Scrolls, and Travelling Scholar at the British School of Archaeology in Jerusalem (now the Kenyon Institute). These slides include a remarkable picture of Fr. Roland de Vaux explaining how the people of Qumran washed their laundry.

Philip Davies, Emeritus Professor at Sheffield University and Chair of the Palestine Exploration Fund, was one of our key supporters.  He is a towering figure in the study of the Dead Sea Scrolls, and author of a book that engages with the archaeology of the site of Qumran and its environs: Qumran (Cities of the Biblical World; Guildford: Lutterworth Press/Grand Rapids: Eerdmans, 1982). He was co-founder and director of Sheffield Academic Press and founding editor of the Journal for the Study of the Old Testament, and Professor Emeritus of Sheffield University, were he worked since 1975.

Philip laid out the slides on the Palestine Exploration Fund lightbox on 13 September, 2017, as shown in this image taken by Sandra Jacobs, DQCAAS Network Facilitator and Researcher. Philip died peacefully at home on 31 May, 2018, as he dearly wished, after being diagnosed with cancer, which was terminal, only two weeks earlier. He had successfully fought off a previous cancer in 2016, and was at the time this photograph taken and through to May unaware of being ill and happily looking forward to retirement from the PEF, with all kinds of ideas for future projects and more time for other things. His contribution to and enthusiasm for DQCAAS as been very much appreciated, and we are really sorry he could not see it flower further.

Leia Mais:
Os essênios: a racionalização da solidariedade

sexta-feira, 20 de julho de 2018

Sobre o significado dos Manuscritos do Mar Morto

Não há melhor momento para refletirmos sobre o significado dos Manuscritos do Mar Morto do que agora, logo após  a celebração do 70º aniversário de sua descoberta.

Mas quantas pessoas podem realmente explicar o que os Manuscritos do Mar Morto são e o que eles significam para nós?


A reflection on the significance of the Dead Sea Scrolls - By Lawrence H. Schiffman - The Jerusalem Report: July 23, 2018

What better time to reflect on the significance of the Dead Sea Scrolls than now, soon after celebrating their 70th anniversary? This corpus of ancient manuscripts has awakened immense interest, spawned an entire new field of scholarship, and reshaped our understanding of biblical studies, the history of Judaism and the background of Christianity. The scrolls have been at the center of their share of intrigue, legal action and even humor. Exhibits such as that taking place right now in Denver, under the auspices of the Israel Antiquities Authority (IAA), are more than ample evidence of the tremendous interest in the scrolls. But how many people can actually explain what the scrolls are and what they should mean to us?

Leia Mais:
Manuscritos do Mar Morto no Observatório Bíblico
Os essênios: a racionalização da solidariedade

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Reunião dos Biblistas Mineiros em 2018

No dia 9 deste mês de julho os Biblistas Mineiros estiveram reunidos na FAJE - Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia -, em Belo Horizonte, MG, debatendo sobre o próximo número da revista Estudos Bíblicos.

O assunto principal foi a definição da temática que estará em estudo pelo grupo nos próximos dois anos, resultando em um número da revista em 2020.

Como não pude estar presente, retomo aqui alguns pontos do relato de nosso Coordenador/Secretário Telmo José Amaral de Figueiredo.

Estavam presentes:
  • Cyril Suresh Periyasamy
  • Gilmar Ferreira da Silva
  • Jacir de Freitas Faria
  • Jaldemir Vitório
  • Johan Konings
  • José Luiz Gonzaga do Prado
  • Marcus Aurélio Mareano
  • Maria de Lourdes Augusta
  • Neuza Silveira de Souza
  • Solange Maria do Carmo
  • Telmo José Amaral de Figueiredo
  • Tereza Virgínia Ribeiro Barbosa
  • Zuleica Aparecida Silvano

Ausências justificadas:
  • Airton José da Silva
  • Cássio Murilo Dias da Silva
  • Elisabete Corazza
  • Jackson Câmara Silva
  • Luiz Felipe Xavier
  • Pascal Peuzé
  • Rocío Mariscal


Temática a ser estudada para um número de Estudos Bíblicos em 2020: Eclesiologia Bíblica

Título proposto para o próximo número da revista e de nosso estudo: Igreja: o que é?

Propostas de estudos para os Biblistas Mineiros:
  • Igreja: da elite à ralé – evolução de um conceito: José Luiz Gonzaga do Prado & Tereza Virgínia Ribeiro Barbosa
  • Discurso eclesiológico de Mateus 18: Jaldemir Vitório
  • A Igreja segundo Paulo (Rm, 1Cor): Zuleica Aparecida Silvano
  • A Igreja que Paulo não pensou – Cartas Pastorais: Neuza Silveira de Souza
  • A Igreja em Atos: Maria de Lourdes Augusta
  • Espírito Santo e Igreja: Gilmar Ferreira da Silva
  • Projetos de Comunidade no pós-exílio: Jacir de Freitas Faria
  • A Comunidade Joanina: Johan Konings
  • Igreja: Povo Sacerdotal (1Pd 2,4-10): Telmo José Amaral de Figueiredo
  • A Mulher no Segundo Testamento: Solange do Carmo
  • As Sete Igrejas do Apocalipse: Marcus Aurélio Mareano
  • A Sinagoga e a Comunidade Cristã da Casa: Airton José da Silva

Além disso foram debatidos outros assuntos:

:: Sobre o número da Estudos Bíblicos de 2018
Transformar o nosso número de Estudos Bíblicos deste ano em livro. Quem sabe torná-lo disponível em formato e-book e/ou pdf ancorado em um site de uma faculdade. Telmo ficou encarregado de fazer gestões nesse sentido junto à Paulinas Editora para uma possível publicação em 2019.


:: Notícias sobre a revista Estudos Bíblicos
Diz o editor responsável por Estudos Bíblicos, Ludovico Garmus, da Vozes:
Fiquem tranquilos quanto ao QUALIS da Revista Estudos Bíblicos. Estamos trabalhando para implantá-lo em 2019. Tenho consciência da urgência e dos anseios dos colaboradores (...) Queremos chegar ao menos ao nível B1, com qualidade. Vamos necessitar da colaboração do Conselho Editorial e dos Coordenadores dos grupos regionais que preparam os números. Em 2019 a Revista passa a ser semestral, com cerca de 250 a 300 páginas por número.

Os membros do grupo comentaram esta notícia.

A questão é se desejamos ou não que a revista Estudos Bíblicos se enquadre nos critérios da CAPES. Se isso ocorrer, o caráter de nosso grupo poderá ser alterado.

Quais são os critérios da CAPES?

As exigências da CAPES para um periódico B1 são: a) periodicidade; b) chamada aberta para artigos; c) estar em um portal on-line; d) conter, ao menos, oito artigos por número; e) ser no mínimo semestral; f) contar com o sistema de avaliação cega dos artigos submetidos para publicação e g) ter um “fator de impacto”, ou seja, ser citada.

Os pareceristas são uma das questões mais complicadas no caso de revistas classificadas pelo QUALIS, uma vez que trabalham sem remuneração e os prazos são curtos.

A revista deve ser aberta e contar com a avaliação cega. Isso significa que a revista deverá aceitar artigos de estudiosos fora dos Grupos Regionais da Estudos Bíblicos.

Por outro lado, constata-se que muitos colegas necessitam escrever artigos para revistas de nível QUALIS. Isso está pressionando a revista Estudos Bíblicos.

A revista Estudos Bíblicos tem uma forte característica ecumênica e preocupação explícita com a realidade eclesial, social e cultural em que vivemos no país e no restante da América Latina. Isso são qualidades que não podemos perder nesta publicação. Ou seja, a revista é feita para os autores ou para os leitores? Nossa preocupação é que o povo mais simples possa abordar a Bíblia de uma maneira mais séria.

O ideal seria que a revista pudesse preservar esse seu caráter, mesmo assumindo as formalidades para que atinja o nível B1 ou B2.

Enfim, o grupo dos Biblistas Mineiros opta por prosseguir com os objetivos originais de Estudos Bíblicos. Afinal ela é uma das poucas revistas que ainda mantém um diálogo com um público não especializado em Ciências Bíblicas.

Que a busca da indexação pelo QUALIS não comprometa esse escopo. Do contrário, o nosso grupo perderá sua razão de ser.


:: Associação Brasileira de Pesquisa Bíblica (ABIB) – Notícias
VIII Congresso Internacional de Pesquisa Bíblica:
. Data: 27 a 30 agosto de 2018
. Local: Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba
. Tema: Paulo: contextos e leituras


:: Seminário do PIB para professores de Bíblia em 2019
Confira aqui.


:: Congresso Internacional de Estudos Bíblicos em Buenos Aires
Em comemoração ao 80o aniversário da Revista Bíblica, os membros da Associação Bíblica Argentina e outros colegas de vários países latino-americanos estão organizando o Congresso Internacional de Estudos Bíblicos, que acontecerá nos dias 16 a 19 de julho de 2019, em Buenos Aires, Argentina. O tema geral do congresso é “A exegese na América Latina 80 anos depois”, tendo como motivação bíblica o texto de Dt 8,2: “Recorda-te de todo o caminho que o Senhor, teu Deus, te fez atravessar”.

Seus objetivos consistem em:
  • Que os biblistas latino-americanos se vinculem em uma rede
  • Que recuperem e prolonguem a tradição bíblica da América Latina na recepção criativa
  • Tornar visível esta contribuição para a Igreja e a Academia em geral
  • Que reconheçam a contribuição da Revista Bíblica e a adotem como espaço de intercâmbio científico, comunicação e trabalho comum

Programa completo no site da ABIB.


:: Publicações recentes de integrantes do grupo dos Biblistas Mineiros
  • Johan Konings; Isidoro Mazzarolo: Atos dos Apóstolos: o caminho da Palavra. São Paulo: Edições Loyola, 2017. 128 p. (Coleção: “A Bíblia Passo a Passo”)
  • José Luiz Gonzaga do Prado: Os Evangelhos Dominicais e Festivos Refletidos em Grupos. Petrópolis: Editora Vozes, 2017. 512 p.
  • Solange Maria do Carmo: Catequese em pauta. São Paulo: Paulus Editora, 2017. e-Book
  • Serviço de Animação Bíblica - SAB: Mês da Bíblia 2018: Para que n’Ele nossos povos tenham vida – Livro da Sabedoria. São Paulo: Paulinas Editora, 2018.
  • Gilvander Luís Moreira (Org.): Livro da Sabedoria: chave de ouro, encerrando a 1a Aliança. Belo Horizonte (MG): CEBI-MG, 2018.
  • Johan Konings: João. Comentário Bíblico Latino-americano. São Paulo: Fonte Editorial, 2018. 558 p. Trata-se de uma 3a edição totalmente atualizada e ampliada.


:: Outras notícias na área bíblica
  • O renomado exegeta alemão, especializado em João, o jesuíta Johannes Beutler, estará em agosto no Brasil participando do IV Simpósio Internacional do Programa de Estudos Pós-Graduados em Teologia da PUC-SP
  • Dia 17 de agosto haverá o encontro do Grupo de Reflexão Bíblico-Catequética (GREBICAT) e instituições - CNBB, que tem como tema o MÊS DA BÍBLIA DE 2019 sobre a Primeira Carta de João. Quem produzirá o subsídio oficial da CNBB para esta ocasião será o colega Claudio Vianey da UNICAP
  • Saiu pela Paulinas Editora o livro com a tese de doutorado de José Tolentino Mendonça, biblista português, que consiste em uma análise de Lc 7,36-50, contendo um apanhado geral deste evangelho. O título da obra é: A construção de Jesus: a dinâmica narrativa de Lucas.
  • Também deste autor português sairá, em breve, o livro O elogio da sede, que contém o retiro espiritual ministrado por José Tolentino ao Papa Francisco e membros da Cúria romana
  • No campo da pragmalinguística, sairá em 2019 o livro de Massimo Grilli, Maurizio Guidi e Elzbieta M. Obara, sob o título: Comunicação e pragmática na exegese bíblica. Massimo Grilli virá ao Brasil em 2019 para o lançamento desta obra
  • Saiu, também, mais um livro de Luiz Alexandre Solano Rossi, que é o organizador, pela Paulinas Editora, sob o título: O livro da Sabedoria: justiça e sabedoria como estilo de vida (Coleção: “Pão da Palavra”)
  • O Serviço de Animação Bíblica - SAB lançou o já consagrado Curso Bíblia em Comunidade - Primeiro Nível - Visão Global da Bíblia: pela internet. Apresentado em 4 disciplinas, distribuídas em 9 módulos. Disponível on-line 24hs. A duração é de 20 meses pelo sistema Ensino à Distância (EAD).
  • O novo coordenador regional da Federação Bíblica Católica - FEBIC - para América Latina e Caribe é Jesus Antonio Weisesee Hetter. E a coordenadora do Cone Sul é Wilma Mancuello González, natural do Paraguai, religiosa claretiana, doutora em exegese bíblica pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma (defesa em 2016, sobre Provérbios 31,1-9).  No próximo ano, a FEBIC comemora 50 anos de existência. Para celebrar essa data, haverá um congresso para os membros dessa associação entre os dias 23 a 26 de abril de 2019, em Roma. O tema central desse congresso será: Bíblia e vida: inspiração bíblica da vida pastoral e da missão da Igreja. O primeiro dia será sobre: Bíblia e Missão; o segundo sobre Bíblia e Cultura e o último Bíblia e Pastoral.

A próxima reunião anual dos Biblistas Mineiros será em 8 de julho de 2019, das 9:00 às 16:00 horas, na FAJE, em Belo Horizonte.

segunda-feira, 9 de julho de 2018

PIB amplia áreas de especialização no curso de Bíblia

Vejo com otimismo a ampliação de áreas de especialização que está sendo implementada pelo Pontifício Instituto Bíblico (PIB) no Currículo de Mestrado em Bíblia a partir do ano acadêmico 2018-19.

Passei o ano de 2017 "morando" na antiga Mesopotâmia para escrever um artigo para a revista Estudos Bíblicos [veja aqui e aqui]. E pude sentir, mais uma vez, como nós, que trabalhamos com a Bíblia Hebraica, somos mal preparados em arqueologia e história do Antigo Oriente Médio.


Curriculum per la Licenza in S. Escrittura
A partire dall’anno accademico 2018-19, il curriculum per la Licenza in S. Scrittura avrà una sezione specialistica che, oltre al tradizionale indirizzo esegetico che si focalizza sul testo biblico, offre allo studente la possibilità di una specializzazione alternativa tra due altri indizzi: un percorso che si concentra sul contesto biblico ed un altro che si concentra sullo studio approfondito dell’ermeneutica e della storia delle interpretazioni. [cf. schema qui di seguito]

Curriculum for the Licentiate in S. Scripture
Beginning from the 2018-19 academic year, the curriculum for the Licentiate in S. Scripture will be comprised of not only  the traditional exegetical focus on the biblical text, but will also offer the student the possibility of an alternative emphasis: 1) either a specialization that focuses on the biblical context, or 2) another that focuses on the in-depth study of hermeneutics and the history of Bible interpretations. [cf. scheme below]


Percorso I - È quello in vigore dal 1973, che rimane il percorso principale e conserva la sua validità. Si focalizza sul testo biblico:
  • 2 corsi/seminari di esegesi AT [ECTS 10]
  • 2 corsi/seminari di esegesi NT [ECTS 10]
  • Un seminario senza elaborato scritto [ECTS 5]
  • Un seminario con elaborato scritto [ECTS 5 + 10 per elaborato scritto]
  • Tesi di Licenza [ECTS 30]


Percorso II - Si concentra sullo studio del contesto biblico, dando allo studente una conoscenza più approfondita delle lingue bibliche, dell’archeologia, della storia e delle religioni del Vicino Oriente Antico e del mondo greco-romano:
  • 4 corsi/seminari speciali nel campo delle lingue, della storia, dell’archeologia e delle religioni del VOA e del mondo greco romano [ECTS 20]
  • Un seminario senza elaborato scritto [ECTS 5]
  • Un seminario con elaborato scritto [ECTS 5 + 10 per elaborato scritto]
  • Tesi di Licenza [ECTS 30]


Percorso III - Si concentra sullo studio approfondito dell’ermeneutica e della storia delle interpretazioni della Bibbia in diversi contesti religiosi e in periodi storici e aree geografiche differenti (Wirkungsgeschichte), in modo da creare potenzialmente un ponte tra esegesi, teologia ed esperienza umana di Dio:
  • 4 corsi/seminari speciali nel campo della storia dell’esegesi, dell’ermeneutica e della teologia biblica [ECTS 20]
  • Un seminario senza elaborato scritto [ECTS 5]
  • Un seminario con elaborato scritto [ECTS 5 + 10 per elaborato scritto]
  • Tesi di Licenza [ECTS 30]

Seminário do PIB para professores de Bíblia em 2019

Sobre a iniciativa, leia aqui.

Sobre o seminário de 2019:
:: Tema: A obra lucana - Evangelho de Lucas e Atos dos Apóstolos
:: Data: 21-25 de janeiro de 2019
:: Coordenador: Professor  Dean Béchard
:: Inscrição: até 10 de outubro de 2018


No site do PIB se lê em italiano [ou English]:

Seminario 2019: dal 21 al 25 gennaio 2019 

Tema del seminario:  L’opera lucana (Vangelo di Luca e Atti degli Apostoli)

Il prossimo Seminario di aggiornamento per Docenti di Sacra Scrittura avrà luogo dal 21 al 25 gennaio 2019 e sarà diretto dal Prof. Dean Béchard.

Rispettando l'alternanza tra Antico e Nuovo Testamento, oggetto del seminario saranno i due scritti neotestamentari che compongono l’opera lucana (Vangelo di Luca e Atti degli Apostoli).

Come negli anni precedenti, il Seminario prevede delle lezioni magistrali al mattino e sedute pomeridiane di approfondimento. Queste ultime saranno o in forma seminariale o in forma di lezioni frontali.


Lezioni del mattino (programma previsto):

:. In una mattinata introduttiva, ci saranno due interventi che si focalizzeranno su aspetti metodologici:
. Approcci sincronico/co-testuali (Prof. Massimo Grilli);
. Approcci diacronico-contestuali (Prof. Santiago Guijarro Oporto).

:. Le tematiche del giorno seguente saranno di carattere più teologico:
. La Tipologia profetica nel vangelo di Luca (Prof. Jean-Noël Aletti);
. La ripresa dell’AT nel Vangelo di Luca (Prof. Matteo Crimella).

:. Mercoledì, 23 gennaio, il prof. Christopher Tuckett terrà due lezioni su: Luca e la tradizione sinottica e Luca e la fonte “Q”.

:.  Il giorno seguente, il prof. Daniel Marguerat tratterà della storiografia lucana e il prof. Anthony Giambrone dell’Ecclesiologia negli Atti.

:. Le lezioni del mattino di venerdì saranno dedicate alle figure di Pietro e Paolo:
. La figura di Pietro nell’opera lucana (prof. Antonio Landi)
. La figura di Paolo nel libro degli Atti (prof. Luke Macnamara)

:. Concluderanno il seminario (venerdì pomeriggio) due interventi dei proff. Steven Mason e Dean Béchard, che tratteranno rispettivamente:
. Luca-Atti e la storiografia contemporanea;
. Luca l'autore reale e implicito.


Sedute pomeridiane (in forma seminariale o di lezioni frontali):

:.  Alcuni fra i Docenti che hanno tenuto le lezioni al mattino presenteranno dei temi di approfondimento (Proff. Guijarro Oporto, Crimella, Landi, Mason).

:. Ad essi si aggiungeranno altri docenti che affronteranno ulteriori tematiche specifiche dell’opera lucana:
. Carlo Broccardo (L’insegnamento “poco dogmatico” di Gesù. Un esempio da Lc 15–16);
. Pedro Cabello Morales (Povertà e ricchezza in Luca-Atti);
. Matjaz Celarc (I “sommari” negli Atti);
. Andrés Garcia Serrano (Vangelo dell'infanzia: Lc 1-2);
. Alessandro Gennari (Il peirasmos in Luca);
. Michel Kamanzi (Racconto della Passione in Luca e Giovanni);
. Roland Meynet (La composizione del vangelo di Luca);
. Henry Pattarumadathil (Luca, Matteo e la fonte Q);
. Sunil Cliffard Ranjar(Discorso della pianura: Lc 6);
. Lorenzo Rossi (L’uso della synkrisis nell’opera lucana).

Il programma dettagliato della settimana, che terrà conto anche del numero degli iscritti, sarà disponibile alla fine di ottobre (dopo la chiusura delle iscrizioni).


Iscrizioni

Chi fosse interessato è pregato di dare la propria adesione entro il 10 ottobre 2018, inviando una e-mail all’indirizzo: pibsegr@biblico.it

Ai partecipanti viene chiesto un contributo di € 120.

Per gli iscritti all’associazione ex-alunni PIB il contributo sarà invece di € 100.

Tale contributo potrà essere versato all’inizio del seminario. Non è necessario inviare alcuna somma al momento dell’iscrizione; si chiede però gentilmente di inviare la propria adesione solo se realmente si prevede di partecipare, proprio perché l’organizzazione finale della settimana dipenderà anche dal numero dei partecipanti.

Per ulteriori informazioni rivolgersi a: Segretario Generale PIB (pibsegr@biblico.it)


Leia Mais:
Todos os seminários do PIB para professores de Bíblia

sexta-feira, 6 de julho de 2018

Ada Yardeni (1937-2018)

In Memoriam: Ada Yardeni (1937–2018) - Biblical Archaeology Society Staff   •  07/02/2018

World-renowned epigrapher Ada Yardeni died on June 29, 2018. A member of the Faculty of Humanities at the Hebrew University of Jerusalem, Yardeni had authored numerous publications, including The Book of Hebrew Script: History, Palaeography, Script Styles, Calligraphy & Design (London: The British Library, 2002), which is recognized as the authoritative text on the subject.


Dead Sea Scrolls decoder remembered as grande dame of Semitic paleography - By Amanda Borschel-Dan: The Times of Israel - 5 July 2018

Ada Yardeni, who died this month at 81, combined practical knowledge of calligraphy with scholarly insights on the development of Hebrew to become a world-renowned forgery expert.  The woman who intimately knew the scribes of the Dead Sea Scrolls, foremost paleographer Dr. Ada Yardeni, died in Jerusalem on June 29, 2018, following a brief battle against pancreatic cancer.

YARDENI A. The Book of Hebrew Script: History, Palaeography, Script Styles, Calligraphy & Design. London: The British Library, 2002


quinta-feira, 5 de julho de 2018

Os 17 anos do Seminário Europeu sobre Metodologia Histórica

GRABBE, L. L. (ed.) Even God Cannot Change the Past: Reflections on Seventeen Years of the European Seminar in Historical Methodology. London: Bloomsbury T&T Clark, 2018, 256 p. - ISBN 9780567680563.

GRABBE, L. L. (ed.) Even God Cannot Change the Past: Reflections on Seventeen Years of the European Seminar in Historical Methodology. London: Bloomsbury T&T Clark, 2018


This volume represents the final publication of the European Seminar in Historical Methodology. The volume reflects on the ground-breaking work of this prestigious seminar in the field of biblical history. In part one, long-term members of the seminar (Bob Becking, Ehud Ben Zvi, Philip R. Davies, Ernst Axel Knauf, Niels Peter Lemche, Thomas L Thompson) provide reflections on its work. Part two presents an opportunity for readers to benefit from contributions that have remained heretofore unpublished. This includes material on the Persian period, questions of orality and writing, and contributions on the Maccabean period. Bringing these papers together in a published form provides a fitting way to round out the work of this significant endeavour in historical methodology.

Diz o título que "Nem mesmo Deus pode mudar o passado". A obra traz reflexões sobre os 17 anos do Seminário Europeu sobre Metodologia Histórica.

São três partes: na primeira, participantes do Seminário refletem sobre seu trabalho; na segunda há contribuições que não tinham sido publicadas; na terceira, uma avaliação feita por Lester L. Grabbe, coordenador do Seminário e editor das publicações.

Part I: Statements on and Evaluations of the Seminar
1. Why Start with the Text? The Fall of Samaria Revisited – Bob Becking, University of Utrecht, Netherlands
2. Clio Today and Ancient Israelite History: Some Thoughts and Observations at the Closing Session of the European Seminar for Historical Methodology – Ehud Ben Zvi, University of Alberta, Canada
3. 'Just the Facts, Ma'am!' Reflections on the ESHM – Philip R. Davies, University of Sheffield, UK
4. Vingt Ans Apres: A Personal Retrospective – Ernst Axel Knauf, University of Bern, Switzerland
5. The Future of Israel's History – Niels Peter Lemche, University of Copenhagen, Denmark
6. The Problem of Israel in the History of the South Levant – Thomas L. Thompson, University of Copenhagen, Denmark

Part II: Tidying Up . . .: Publication of Papers from Sessions Not Published
7. 1997 Session: From the Volume, Leading Captivity Captive (1998)
8. The Exilic Period as an Urgent Case for a Historical Reconstruction Without the Biblical Text – Rainer Albertz, University of Münster, Germany
9. 2008 Session in Libbon on the Oral, the Written, and Cultural Memory
10. Cultural Memory in Practice: Ezra and Nehemiah – Philip R. Davies, University of Sheffield, UK
11. The Oral, the Written, the Forgotten, the Remembered: Studies in Historiography and their Implication for Ancient Israel – Lester L. Grabbe, University of Hull, UK
12. 2011 Session on Thessaloniki on the Maccabees and Thessalonians
13. The Relation between Samaria and Jerusalem in the Early Maccabean Period Revisited: A Case Study about the Reception of Phinehas – Tobias Funke, University of Leipzig, Germany
14. From Philadelphus to Hyrcanus: A Shorter Path between the Formation and the Canonization of Biblical Historiography – Philippe Guillaume, University of Bern, Switzerland
15. Joshua Maccabaeus: Another Reading of 1 Maccabees 5 – Ernst Axel Knauf, University of Münster, Germany

Part III: Conclusion
16. Seventeen Years of the European Seminar in Historical Methodology: A Personal View of the Results – Lester L. Grabbe, University of Hull, UK

domingo, 1 de julho de 2018

Biblical Studies Carnival 148

Seleção de postagens dos biblioblogs em junho de 2018.

Biblical Studies Carnival - June 2018

Trabalho feito por Phillip J. Long em seu blog Reading Acts.

E há também:

The June Biblical Studies Carnival Of Sadness: Dedicated to the Memory of Philip R. Davies

Trabalho feito por Jim West em seu blog Zwinglius Redivivus.