segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

José Nicolau, meu pai: 93 anos

Hoje, 16 de janeiro, José Mariano da Silva, meu pai, mais conhecido como José Nicolau, ou "seo" Zé Nicolau, está completando 93 anos de vida.

Nós, filhos de "seo" Zé Nicolau, com alguns parentes e amigos, passamos o sábado, dia 14, com ele. Rita e eu chegamos em Patos de Minas no dia 12 e ficamos até dia 15. Como nos outros anos, Geraldo, meu irmão, e Gracinha, sua esposa, gentilmente nos acolheram em sua casa.

Parabéns, papai, por seus 93 anos de vida!

Algumas fotos [veja também as fotos das comemorações dos 90, 91 e 92 anos]:

Zé Nicolau com 7 de seus 9 filhos em 14.01.2017
Zé Nicolau com 7 de seus 9 filhos em 14.01.2017


Zé Nicolau com seus filhos em 14.01.2017
Zé Nicolau com seus filhos em 14.01.2017

Zé Nicolau com 6 de seus 13 netos em 14.01.2017
Zé Nicolau com 6 de seus 13 netos em 14.01.2017

Zé Nicolau com 6 de seus 13 netos
Zé Nicolau com 6 de seus 13 netos

Zé Nicolau com noras e genro
Zé Nicolau com noras e genro

Zé Nicolau com irmão, filhos, genro e um amigo em 14.01.2017
Zé Nicolau com irmão, filhos, genro e um amigo em 14.01.2017

Zé Nicolau recebe família e amigos em sua casa em 14.01.2017
Zé Nicolau recebe família e amigos em sua casa em 14.01.2017


Comemorando os 93 anos de Zé Nicolau, meu pai, em 14.01.2017
Na casa de Zé Nicolau em 14.01.2017

2 comentários:

Anônimo disse...

Airton, é sempre uma alegria para toda a família receber sua visita e de sua atenciosa esposa, Rita. A alegria e admiração de todas se estampa nos olhares e sorrisos muitas vezes tímidos. Você é uma referência de inteligência, persistência e determinação. Um visionário! Saiu de um lugarejo, como muitas vezes dizemos: "no fim do mundo" e o conquistou. Conheceu vários países, estudou várias línguas e hoje nos enche de orgulho. Parabéns pelo blog e pelas postagens alusivas ao aniversário de seu pai, meu querido e admirado sogro. Depois quero aprender toda a bíblia em hebraico. Rsss!

Um grande abraço!

Sua cunhada e admiradora, Gracinha

airtonjo disse...

Obrigado, Gracinha. Está lembrada? O hebraico não é difícil, só é diferente.

Postar um comentário