terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Francisco sobre o clima: caminharemos para o suicídio?

Desde 30 de novembro está sendo realizada, em Paris, a XXI Conferência das Nações Unidas sobre a Mudança Climática, também conhecida como Conferência das Partes (COP21), onde se busca chegar a um acordo que evite uma temperatura global acima dos 2ºC, pois, caso contrário, levar-nos-ia a ultrapassar o ponto de não retorno de uma espiral ascendente de consequências apocalípticas.

Francisco falou sobre o tema com os jornalistas na viagem de volta da África. Cf. aqui [atualização feita em 02.12.2015 - 17h00]

:: Sem acordo climático, "estamos no limite do suicídio", diz papa - Brasil 24/7 - 30/11/2015
O papa foi perguntado se a conferência do clima da Organização das Nações Unidas em Paris marcaria uma virada na luta contra o aquecimento global. "Eu não tenho certeza, mas eu posso dizer para você que é agora ou nunca", declarou ele. "A cada ano os problemas ficam piores. Estamos no limite. Se eu puder usar uma palavra forte, eu diria que nós estamos no limite do suicídio."


:: El Papa sobre el clima: "o se cambia ahora o nunca más. Estamos al borde de un suicidio" - Andrea Tornielli - Vatican Insider - 30/11/2015
El mundo está al borde del suicidio, si no cambia decididamente la dirección para afrontar los problemas relacionados con el cambio climático relacionados con el actual modelo de desarrollo. Lo dijo Papa Francisco dialogando con los periodistas durante el vuelo que lo llevó de Bangui a Roma.


:: Il Papa: "Clima: si cambi ora o mai più. Siamo al limite del suicidio" - Andrea Tornielli - Vatican Insider - 30/11/2015
Francesco dialoga con i giornalisti sul volo di ritorno dall’Africa: "Siamo al limite di un suicidio per dire una parola forte e io sono sicuro che quasi la totalità di quelli che sono a Parigi hanno questa coscienza e vogliono fare qualcosa".


:: Francis: “Regarding the climate, it’s either now or never. We are on the verge of suicide” - Andrea Tornielli - Vatican Insider - 11/30/2015
The world is on the verge of suicide if we do not radically change the way in which we deal with problems linked to climate change and the current development model. Francis said this in his conversation with journalists on board the flight from Bangui to Rome. The Pope also responded to a couple of questions about the Vatileaks scandal.


Leia Mais:
Sobre a encíclica ecológica de Francisco

Nenhum comentário:

Postar um comentário