sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Quando acordou, era tarde

Quando acordou, era tarde: encerrado o primeiro turno, perdeu a cidadela mineira, a rede de segurança contra qualquer tombo nas eleições presidenciais. No segundo turno, ou vencia as eleições nacionais ou seria varrido do mapa político... Até meia hora antes do anúncio da apuração, esteve na frente. De repente, tudo foi se desvanecendo, virando fumaça. Foi como se aos 90 minutos na final de uma Copa do Mundo o favorito levasse um gol contra. A dupla derrota deslocou-o do seu eixo... E Aécio, que  era bom em política, em conspiração mostrou-se um aprendiz. Só um amadorismo exemplar para explicar essa campanha carbonária para propor abertamente a guerra política... Ontem, ao declarar-se derrotado por uma “organização criminosa” Aécio abdicou definitivamente de Minas...

Como bom mineiro, recomendo aos interessados um brilhante texto de Luís Nassif, mineiro, sobre outro mineiro, Aécio...

O dia em que os santos protetores de Minas abandonaram Aécio - Luis Nassif Online: 01/12/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário