sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Veja: um insensato partido neoliberal

>> Última atualização: 29.10.2014 - 10h30

A grande imprensa brasileira foi indispensável para que o neoliberalismo tenha sido construído da forma que o foi. A Veja diz ser indispensável para o país que queremos ser. A pergunta é: quem está incluído nesse “nós” oculto? A classe trabalhadora é que não.


Quais os interesses defendidos por Veja?

Os interesses são os dominantes como um todo, mais especificamente os da burguesia financeira e dos anunciantes multinacionais. Em que pese o discurso de defesa da liberdade de expressão articulado à publicidade, o que importa para a revista são os interesses em torno da reprodução capitalista. A revista busca se mostrar como independente, o que se daria através de sua verba publicitária. É fato que a revista tem uma verba invejável, mas isso não a transforma no Quarto Poder, que vigiaria os demais de forma neutra. Ao mesmo tempo em que ela é portadora de interesses sociais, faz parte da sociedade, a sua vigilância é totalmente delimitada pela conjuntura e correlação de forças específica.

Sobre este tema, indispensável livro disponível para download gratuito, em pdf, aqui.


Leia Mais:
Veja e as eleições de 2014
Mídia e eleições
Bomba! As novas denúncias da Veja
Golpe midiático em marcha: Globo entra hoje no “escândalo” da “Veja”
Golpe eleitoral de Veja, PSDB e Globo não pode ficar impune
'Sem internet, Aécio teria vencido eleição', diz cientista político

Nenhum comentário:

Postar um comentário