quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Morreu o teólogo João Batista Libânio (1932-2014)

Chico Correia, meu amigo e colega, professor aposentado do CEARP, acabou de me avisar da morte de um dos mais significativos teólogos brasileiros, João Batista Libânio.

Tive a honra de conviver com ele na SOTER, entidade para a qual o elegemos primeiro presidente em julho de 1985.

Transcrevo abaixo, com algumas adaptações, a notícia publicada pelo Instituto Humanitas Unisinos.


Morre, aos 81 anos, o padre João Batista Libânio

João Batista Libânio, jesuita, nasceu em Belo Horizonte, MG, em 1932. Vítima de infarto, faleceu na manhã de hoje, 30 de janeiro de 2014, em Curitiba, Paraná.

Libânio estudou Filosofia na Faculdade de Filosofia de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, e cursou Letras Neolatinas na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

Foi professor de Teologia no Colégio Cristo Rei, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, em São Leopoldo (RS) e no Instituto Teológico da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Posteriormente, foi professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Seus estudos de Teologia Sistemática foram concluídos na Hochschule Sankt Georgen, em Frankfurt, Alemanha, onde também estudou com os maiores nomes da Teologia europeia. Era mestre e doutor (1968) em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.

O jesuíta era professor na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE - BH) e vigário da paróquia Nossa Senhora de Lourdes, em Vespasiano, MG.

Em entrevista ao Jornal de Opinião, em junho de 2002, por ocasião de seus 70 anos, Libânio falou sobre sua visão da vida: “A clareza e a serenidade não se medem pelo número de anos, mas pelo trabalho interior. A existência foi generosa comigo e permitiu-me que pudesse estar sempre à volta com análises e reflexões sobre a realidade social e eclesial”.

Foi Diretor de Estudos do Pontifício Colégio Pio Brasileiro em Roma durante os anos do Concílio Vaticano II, o que facilitou seu contato com os bispos e assessores de todo o Brasil.

É autor de cerca de 125 livros, dos quais 36 de autoria própria e os demais em colaboração com outros autores, alguns editados em outras línguas. Além disso, possui mais de 40 artigos publicados em periódicos especializados, e inúmeros artigos em jornais e revistas.

A revista IHU On-Line, n. 394, sob o título J. B. Libânio. A trajetória de um teólogo brasileiro. Testemunhos, celebrou os seus 80 anos de vida. Para acessar a revista, clique aqui.

Leia a notícia completa e veja, no site desta notícia, uma lista de livros publicados por Libânio. Seu site na Internet pode ser acessado aqui.


Atualização: 31.01.2014 10h25
O velório será realizado nesta sexta-feira, 31 de janeiro, a partir das 11h, no Auditório Dom Luciano Mendes de Almeida, na FAJE, em Belo Horizonte. Às 20h, no mesmo local, haverá uma oração da noite, para celebrar, com uma “memória agradecida”, a vida doada do Pe. Libânio. No sábado, 1º de fevereiro, o arcebispo de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidirá uma missa no Auditório Dom Luciano. Às 14h, na Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, em Vespasiano (MG), haverá outra missa, de onde sairá o corpo, por volta das 16h para o enterro, que será às 17h, no Cemitério Bosque da Esperança.


Fonte: Notícias: IHU On-Line 30/01/2014


Leia Mais:
João Batista Libânio no Observatório Bíblico e na Ayrton's Biblical Page
Bibliografia de João Batista Libânio no WorldCat

Nenhum comentário:

Postar um comentário