sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Vigilância digital

>> Última atualização: 07.09.2013 - 21h10

As revelações de que a presidenta Dilma Rousseff tornou-se um alvo direto da vigilância da NSA acenderam um alerta de emergência no alto escalão do governo. Documentos vazados por Edward Snowden...

Wikileaks mapeia empresas que lucram com espionagem digital - Opera Mundi 06/09/2013

Quem são as empresas que fabricam e vendem a tecnologia que permite tamanha vigilância digital e fazem lobby para o seu uso? Algumas informações vêm à luz hoje, com a nova publicação do Wikileaks, uma continuação do “Spy Files”, publicado em 2011.

São 249 documentos de 92 empresas de vigilância, entre brochuras, contratos e metadados referentes a alguns dos principais empresários do ramo. “A publicação Spy Files 3 faz parte do nosso compromisso contínuo de jogar luz nessa indústria obscura de vigilância. E a base de dados do Spy Files continuará a crescer, tornado-se um recurso para jornalistas e cidadãos, detalhando as condições orwellianas sob as quais levamos nossas vidas supostamente privadas”, diz Julian Assange.

Leia o texto.

Fonte: Bruno Fonseca, Jessica Mota, Luiza Bodenmüller e Natalia Viana: Quem lucra com a vigilância?  - Agência Pública

Leia Mais:
O que é o Prism?
Brics classificam espionagem dos EUA como "manifestação de terrorismo"
EUA e Reino Unido ‘derrotaram’ criptografia na internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário