segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Mídia quer fazer justiça com as próprias manchetes

Celso de Mello x mídia: ressaca de um julgamento político - Saul Leblon: Carta Maior 30/09/2013

"Num julgamento marcado por uma catarse midiática, um voto técnico ancorado no Direito e na jurisprudência - como deveria ter sido todo o julgamento - acabou parecendo insólito.'Nunca a mídia foi tão ostensiva para subjugar um juiz', disse à jornalista Mônica Bergamo, da Folha, classificando como ‘inaceitável’ uma intrusão capaz de colocar em risco as 'liberdades individuais' garantidas pela Constituição. 'Eu honestamente, em 45 anos de atuação na área jurídica, como membro do Ministério Público e juiz do STF, nunca presenciei um comportamento tão ostensivo dos meios de comunicação sociais buscando, na verdade, pressionar e, virtualmente, subjugar a consciência de um juiz', reiterou Celso de Mello. 'Há alguns que ainda insistem em dizer que não fui exposto a uma brutal pressão midiática. Basta ler, no entanto, os artigos e editoriais publicados em diversos meios de comunicação social (os 'mass media') para se concluir diversamente!', rebateu Celso de Mello enfático. Tem razão o decano. Basta ler um acervo [citado no final do artigo] de colunas, artigos e reportagens publicados nesse período e coligidos por Caio Hornstein".

Leia o artigo.

Leia Mais:
Uma capa de Veja no caminho de Celso de Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário