quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Morreu Oscar Niemeyer (1907-2012)


"A vida é mais importante do que a arquitetura".

"Não é o ângulo reto que me atrai Nem a linha reta, dura, inflexível, Criada pelo homem.

O que me atrai é a curva livre e sensual, A curva que encontro nas montanhas do meu país, No curso sinuoso dos seus rios, Nas ondas do mar, No corpo da mulher preferida.

De curvas é feito todo o universo, O universo curvo de Einstein" (Oscar Niemeyer)


O nosso mais famoso arquiteto, Oscar Niemeyer, morreu ontem, 5 de dezembro de 2012, às 21h55, no Rio de Janeiro, aos 104 anos de idade. Hoje à tarde será velado no Palácio do Planalto, em Brasília.

Mas: Se realmente for verdade que só morre quem é esquecido, com centenas de projetos construídos em mais de 70 anos de vida profissional, vai ser difícil para Oscar Niemeyer deixar de ser lembrado.


Niemeyer: "Estou cansado de dizer adeus" - Renata Giraldi - Agência Brasil, em Carta Maior: 06/12/2012
Símbolo da vanguarda e da crítica ao conservadorismo de ideias e projetos, o carioca Oscar Ribeiro de Almeida de Niemeyer Soares Filho, de 104 anos, que morreu na noite desta quarta (5), é apontado como um dos mais influentes na arquitetura moderna mundial. Os traços livres e rápidos criaram um novo movimento na arquitetura. A capital Brasília é apenas uma das suas numerosas obras espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Dono de um espírito inquieto e permanentemente em alerta, Niemeyer lançou frases que ficaram na memória nacional. Ao perder mais um amigo, ele desabafou: “Estou cansado de dizer adeus”. Em meio a um episódio de mais violência no Rio de Janeiro, perguntaram para Niemeyer se ele ainda se indignava, a resposta foi rápida e objetiva. “O dia em que eu não mais me indignar é porque morri.”

Arquiteto Oscar Niemeyer morre aos 104 anos no Rio; enterro será na sexta - Folha.com: 05/12/2012 - 21h56
O corpo será levado na manhã desta quinta (6) para a capital federal e retorna no fim do dia ao Rio, onde acontecerá uma cerimônia restrita a família e amigos no Palácio da Cidade, em Botafogo, sede da Prefeitura do Rio. Na manhã de sexta (7), o espaço deverá ser aberto ao público. O enterro ocorre na tarde de sexta, no cemitério São João Batista, também em Botafogo (veja galeria de fotos da vida e das obras de Niemeyer)

"A vida é mais importante do que a arquitetura", escreveu Oscar Niemeyer - Folha.com: 05/12/2012 - 22h00
Nestes momentos de pausa e reflexão é que me permito dizer que a vida é mais importante do que a arquitetura. Que, um dia, o mundo será mais justo e a vida a levará a uma etapa superior, não mais limitada aos governos e às classes dominantes, atendendo a todos, sem discriminação.

Fundação Oscar Niemeyer
A Fundação Oscar Niemeyer é um centro de informação e pesquisa voltado para a reflexão e difusão da arquitetura, urbanismo, design e artes plásticas para a valorização e preservação da memória e do patrimônio arquitetônico moderno do país. Mas, além de reunir o maior acervo bibliográfico e documental sobre o arquiteto, a fundação promove atividades permanentes de atendimento a antigos e novos arquitetos interessados na divulgação da moderna arquitetura brasileira.


Imprensa internacional diz que estilo de Niemeyer deu vazão à sensualidade e à beleza - Renata Giraldi:  Agência Brasil: 06/12/2012 7h58
A imprensa internacional publica desde a noite de ontem (5) notícias sobre a morte do arquiteto Oscar Niemeyer, de 104 anos, devido a complicações renais e desidratação. A morte de Niemeyer virou destaque nos principais veículos de imprensa. Nos Estados Unidos, no Reino Unido, na França, nos países muçulmanos e na China, as agências de notícias, emissoras de televisão e jornais informaram sobre a morte lembrando sua trajetória e estilo. As agências internacionais de notícias Reuter, BBC e Bloomberg deram informações desde ontem à noite sobre a morte de Niemeyer. Ambas destacaram as obras do arquiteto, a construção de Brasília e as características peculiares do seu estilo. Em praticamente todas as reportagens havia fotos de Niemeyer e imagens de Brasília.


Muere Niemeyer, el poeta de la curva -  Francho Barón: El País - 6 Dic 2012
Oscar Ribeiro de Almeida de Niemeyer Soares (Río de Janeiro, 1907), Oscar Niemeyer, el último superviviente de los grandes maestros de la arquitectura del Siglo XX, el poeta de la curva, el pensador polifacético que encantó al mundo con la sinuosidad y la belleza estética de su prolífica obra, ha fallecido a los 104 años en Río de Janeiro. Tras haberle ganado una sucesión de pulsos a la muerte, ilusionado con celebrar su 105 cumpleaños el próximo 15 de diciembre rodeado por su esposa, Vera Lúcia, sus nietos, biznietos y tataranietos, Niemeyer no ha resistido el último embate de la enfermedad y la vejez. Deja atrás una interminable lista de premios y reconocimientos, entre los que constan el Pritzker de Arquitectura (1987), el Príncipe de Asturias de las Artes (1989) o la Royal Gold Medal del Royal Institute of British Architects (1998).

Oscar Niemeyer, "l'architecte de la sensualité" - Le Monde: 06.12.2012 à 08h21
Le Brésilien Oscar Niemeyer, mort mercredi à l'âge de 104 ans, était un fervent communiste amoureux des courbes féminines qui a révolutionné l'architecture. "Ce n'est pas l'angle qui m'attire. Ni la ligne droite, dure, inflexible. Ce qui m'attire, c'est la courbe sensuelle que l'on trouve dans le corps de la femme parfaite", aimait à dire l'architecte de la nouvelle capitale brésilienne inaugurée le 21 avril 1960 au cœur du pays.

A Legendary Modernist - The New York Times: December 5, 2012
Oscar Niemeyer, the celebrated Brazilian architect whose flowing designs infused Modernism with a new sensuality and captured the imaginations of generations of architects around the world, died on Wednesday in Rio de Janeiro. He was 104.

Oscar Niemeyer, architect of Brazil's capital, dies aged 104 -  By Jonathan Watts: The Guardian - 6 December 2012
The architect known for his distinctive and frequently curvy style designed the main buildings of capital city Brasilia. "Right angles don't attract me. Nor straight, hard and inflexible lines created by man," he wrote in his 1998 memoir, The Curves of Time. "What attracts me are free and sensual curves. The curves we find in mountains, in the waves of the sea, in the body of the woman we love."

Addio a Niemeyer, maestro del Novecento - Corriere della Sera: 06/12/2012
Morto a Rio De Janeiro a 104 anni il grande architetto brasiliano, «Padre di Brasilia», tra i pionieri dell'uso del cemento armato.

Oscar Niemeyer: "Das Leben ist ein Hauch" - Deutsche Welle: 06/12/2012
Er gilt als Jahrhundertarchitekt und als der letzte große Vertreter der architektonischen Moderne. Ein Nachruf auf den verstorbenen Brasilianer Oscar Niemeyer, der deutsche Wurzeln hatte. "Ich zeichne gern. Ich sehe gern, wenn aus einem weißen Blatt Papier ein Palast, eine Kathedrale, die Figur einer Frau entsteht. Aber für mich ist das Leben viel wichtiger als die Architektur".

Nenhum comentário:

Postar um comentário