sexta-feira, 2 de março de 2012

Morreu o biblista Milton Schwantes

Milton Schwantes (1946-2012), um dos mais importantes biblistas brasileiros, faleceu na madrugada deste dia 1° de março de 2012.

Teólogo e pastor luterano. Graduado em Teologia pela Escola Superior de Teologia em 1970, São Leopoldo, RS. Doutor em Bíblia pela Universidade de Heidelberg, na Alemanha, com tese sobre “O direito dos pobres” (Das Recht der Armen), em 1974, sob orientação de Hans Walter Wolff. Doutor honoris causa pela Universidade de Marburgo, Alemanha, em 2002.

Veja seu Currículo Lattes.


O CEBI publicou: Milton Schwantes: Um profeta que nos deixa, mas continua sempre conosco.

Faleceu no dia de ontem, 1° de março, o biblista Milton Schwantes.

Milton viveu os últimos anos de sua vida com sérios problemas de saúde, dando um testemunho de resistência e de alegria. Desde agosto de 2002, depois de uma delicada cirurgia para retirada de um tumor na hipófise, conviveu com sobriedade com graves limites físicos. Os últimos dois meses passou hospitalizado.

Milton Schwantes é teólogo e pastor da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB). Biblista, Schwantes é uma das principais referências do método de leitura popular da Bíblia na América Latina e autor de diversos livros, alguns traduzidos em espanhol, alemão e inglês.

Formado em Teologia pela Escola Superior de Teologia - EST (1970). Fez seu doutorado em Bíblia na Universidade de Heidelberg, na Alemanha. Apesar dos vários títulos de Doutor Honoris Causa concecidos por diversas universidades, enquanto teve forças, continuou assessorando grupos e comunidades.

A contribuição de Milton Schwantes à Leitura Popular da Bíblia e à caminhada do CEBI foi muito grande. É inegável que sem suas reflexões, o CEBI não conseguiria assegurar sua ecumenicidade. A perspicácia e a simplicidade na interpretação dos textos bíblicos foi outra grande contribuição de Milton a toda a leitura bíblica praticada no Brasil e na América Latina.

" Ficamos sem mais um profeta", lembra Adeodata Maria dos Anjos, atual diretora nacional do CEBI. Ainda segundo a Diretora, "sua voz silenciou, mas continuará ecoando e transformando corações".

A pastora Elaine Neuenfeldt, ex-diretora nacional, descreve emocionada: "Milton foi inspirador de muitos de nós, estudantes de Bíblia, aprendizes da leitura popular; particularmente, devo muitas das minhas reflexões no Antigo Testamento ao trabalho do Milton; ele foi um dos primeiros na EST (Escola Superior de Teologia) a propor um Curso de Aprofundamento Teológico sobre mulheres no AT. O movimento de leitura popular da Bíblia e a pesquisa bíblica perde um dos seus grandes nomes, um luterano brasileiro que deixa um legado muito importante para nós".

"Vai fazer uma falta danada! Mas tem tanto livro, tanta gente e tanta paixão que ressuscitado está!", afirma a pastora metodista e colaboradora do CEBI Nancy Cardoso Pereira.

À sua companheira Rose, às três filhas e a toda a família, o abraço carinhoso do CEBI.

Confira a entrevista de Milton: A teologia e o Direito dos Pobres.


A ALC - Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação publicou: Comunidade ecumênica perde o biblista Milton Schwantes

Após dois meses de hospitalização, faleceu na madrugada desta quinta-feira, 1º de março, o biblista, professor universitário e pastor da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), Dr. Milton Schwantes, 65 anos.

Ele será sepultado amanhã [hoje, dia 2], às 11h, no Cemitério da Paz, na região de Santo Amaro, distrito da zona sul da cidade de São Paulo.

Professor de Antigo Testamento na Faculdades EST entre o final dos anos 70 e início dos anos 80 do século passado, o testemunho ecumênico de Schwantes extravasou os limites de atuação da IECLB, influenciando uma geração de biblistas brasileiros e latino-americanos.

“Voltado à leitura popular da Bíblia, Milton Schwantes foi um teólogo de vanguarda e um dos biblistas mais reconhecidos em todo o país, ao lado de Carlos Mesters e de todo o grupo do Centro de Estudos Bíblicos (CEBI)”, afirmou o professor da EST, Dr. Roberto Zwetsch.

Ex-aluno de Schwantes na Faculdades EST e na Universidade Metodista de São Paulo, o professor Dr. Flávio Schmitt disse que a IECLB perdeu o testemunho de um cristão comprometido com a causa do Evangelho, incansável na defesa dos valores proferidos pelos profetas do Antigo Testamento.

“Como professor e como grande amigo, Milton Schwantes foi uma pessoa que transcendeu qualquer fronteira étnica, racial ou geográfica, conseguindo se comunicar com o mundo através do ensino da Palavra de Deus”, sublinhou Flávio.

O editor da Oikos Editora, Erni Mügge, de São Leopoldo, esteve com Schwantes, ontem, quando este deixou por algumas horas o Centro de Tratamento Intensivo do hospital. Amigos de longa data, Mügge informou-o que “Salmos da vida, a caminho da Justiça”, seu escrito mais recente, já estava em fase de impressão.

Formado em Teologia pela Faculdades EST na década de 70, Schwantes cursou doutorado em Bíblia na Universidade de Heidelberg, na Alemanha, defendendo a tese “O direito dos pobres no Antigo Testamento”.

Natural de Tapera, no Rio Grande do Sul, Schwantes coordenou o projeto Bibliografia Bíblia Latino-Americana e foi editor da Revista de Intrepretação Bíblica Latino-Americana (Ribla). Tem no seu currículo a publicação de vários livros, entre eles “História de Israel”, “As monarquias no Antigo Israel”, “A terra não pode suportar suas palavras”, “Dignidade Humana e Paz”, “Dicionário Hebraico-Português e Aramaico-Português”, esses dois últimos junto com outros autores,

Acumulou vários títulos de Doutor Honoris Causa e assessou grupos e comunidades voltadas à teologia libertadora.

Em 1988, ingressou no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião da Universidade Metodista de São Paulo (Umesp). Ainda em dezembro, participou de banca de defesa de tese. Dois dias após, foi hospitalizado.

Milton viveu os últimos anos de sua vida com sérios problemas de saúde, oferecendo um testemunho de resistência e alegria. Desde agosto de 2002, após delicada cirurgia para a retirada de tumor na hipófise, conviveu também com graves limitações físicas.

Casado com Rose, Milton era pai de três filhas.

Comunidad ecuménica pierde al biblista Milton Schwantes - ALC
Después de dos meses de hospitalización, falleció en la madrugada de este jueves 1 de marzo, el estudioso de la Biblia, profesor universitario y pastor de la Iglesia Evangélica de Confesión Luterana en Brasil (IECLB), Dr. Milton Schwantes, de 65 años.

Leia Mais:
Pastor Milton Schwantes - Mensagem da Presidência da IECLB
Milton Schwantes: Um profeta da esperança - Depoimento de Ildo Bohn Gass
A teologia e o Direito dos Pobres
Duas entrevistas com o professor Milton Schwantes
Bibliografia de Milton Schwantes no WorldCat
Milton Schwantes no Observatório Bíblico e na Ayrton's Biblical Page

Nenhum comentário:

Postar um comentário