sexta-feira, 1 de abril de 2011

Códices de chumbo do começo do cristianismo?

Podem ser falsos. Quase certamente são falsos...

É o que defende a maioria dos biblioblogueiros, embora o assunto ainda esteja em animada discussão.

A notícia da "descoberta" dos códices - veja fotos aqui - pode ser lida na reportagem da BBC Brasil:

Jordânia busca repatriação de relíquias tidas como ‘maior descoberta da história cristã’

Robert Pigott - Correspondente de temas religiosos da BBC News - BBC Brasil - Atualizado em 29 de março, 2011 - 10:57 (Brasília) 13:57 GMT

"O governo da Jordânia tenta repatriar livros feitos de chumbo que, segundo suspeitas de especialistas, parecem ser os mais antigos da história cristã, tendo sobrevivido quase 2 mil anos em uma caverna do país do Oriente Médio".

As relíquias, que estão atualmente em Israel, poderiam trazer à luz novos dados para nosso entendimento sobre o nascimento do cristianismo e sobre a crucificação e a ressurreição de Jesus Cristo. O conjunto de cerca de 70 livros – cada um com entre 5 e 15 “folhas” de chumbo presas por aros de chumbo – foi aparentemente descoberto em um vale remoto e árido no norte da Jordânia, entre 2005 e 2007. Uma enchente expôs dois nichos dentro da caverna, um deles marcado com um menorá, candelabro que é símbolo do judaísmo. Um beduíno jordaniano abriu os nichos e o que encontrou ali dentro parece ser uma extremamente rara relíquia dos primórdios do cristianismo. Essa é a visão do governo da Jordânia, que alega que os livros foram contrabandeados para Israel por outro beduíno. O beduíno israelense que atualmente guarda os livros nega tê-los contrabandeado e alega que as antiguidades são peças que sua família possui há cem anos. O governo jordaniano disse que fará “todos os esforços, em todos os níveis” para repatriar as relíquias.


O diretor do Departamento de Antiguidades da Jordânia, Ziad Al-Saad, diz que os livros parecem ter sido feitos por seguidores de Jesus nas décadas seguintes a sua crucificação. “Talvez eles sejam mais significativos que os pergaminhos do Mar Morto (relíquias descobertas nos anos 1940 que contêm textos bíblicos)”, disse Saad. “Talvez eles precisem de mais interpretação e conferência de autenticidade, mas a informação inicial é muito animadora. Parece que estamos diante de uma descoberta importante e significativa, talvez a mais importante da história da arqueologia.” Ante alegações tão fortes, quais são as provas? As “folhas” dos livros – a maioria delas do tamanho de um cartão de crédito – contêm textos escritos em hebraico antigo, a maior parte em código. Se as relíquias forem de fato de origens cristãs, em vez de judaicas, são de grande significado. Um dos poucos a ter visto a coleção é David Elkington, acadêmico que estuda arqueologia religiosa e líder de uma equipe britânica empenhada em levar os livros a um museu na Jordânia. Elkington alega que os livros podem ser “a maior descoberta da história cristã”. “É de tirar o fôlego a ideia que tenhamos contato com objetos que podem ter sido portados pelos primeiros santos da Igreja.” O acadêmico diz que as relíquias contêm sinais que seriam interpretados, pelos cristãos da época, como imagens de Jesus e de Deus e da “chegada do messias”...

Leia o texto completo.

O que dizem os biblioblogueiros?

No Biblical Studies Carnival 61, publicado hoje, Darrell Pursiful diz:

"The big archeological news at the end of the month had to do with a number of miniature lead codices that might possibly be very early Christian artefacts. Jim West provided the press release. Jim Davila, John Byron, and Doug Chaplin weighed in. Larry Hurtado (speaking, I think, for most if not all of us) told Ziad al-Saad, director of Jordan’s Department of Antiquities and author of the press release, to “Chill, dude.” Larry doesn’t like to be played when it comes to scholarly issues. James McGrath and Tom Verenna provided roundups of responses. The rogueclassicist thinks the whole thing is silly. April DeConick says, 'Come on.'"

Mark Goodacre, em seu NT Blog, escreve hoje: The Lead Codices a Fake [Códices de chumbo, uma falsificação]. E fornece também alguns links. Confira.

Vamos aguardar...

Última atualização: 30/04/2011
:: Random Thoughts on the fake metal codices - Jim Davila: PaleoJudaica - 02/04/2011 (Via Mark Goodacre)
:: Fake Metal Codices: Media Fail - Jim Davila: PaleoJudaica - 03/04/2011
:: Philip Davies on Lead Codices - Philip Davies: Sheffield Biblical Studies - 04/04/2011
:: Metal Codices To Be Examined by Multiple Labs - Todd Bolen: BiblePlaces Blog - 29/04/2011
:: A recap of the evidence that the metal codices are fakes - Jim Davila: PaleoJudaica - 29/04/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário