quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Assange, Kafka e Orwell

O texto publicado hoje, 8 de dezembro de 2010, por Idelber Avelar em seu blog O Biscoito Fino e a Massa é de proveitosa leitura. Recomendo:

Wikileaks: O 1º preso político global da internet e a Intifada eletrônica

O que Assange tem a ver com Kafka e Orwell?

Idelber explica:
Como em Kafka, o crime de Assange não é uma entidade com existência positiva, para a qual você possa apontar. Assange é um personagem que vem direto d'O Processo, romance no qual K. será sempre culpado por uma razão das mais simples: seu crime é não lembrar-se de qual foi seu crime. Essa é a fórmula genial que encontra Kafka para instalar a culpa de K. como inescapável: o processo se instala contra a memória.

E mais:
À semelhança do 1984 de Orwell, o caso Wikileaks gira em torno da vigilância global mas, como notou Umberto Eco num belo texto, ela foi transformada em rua de mão dupla. O Grande Irmão estatal o vigia, mas um geek com boas conexões nas embaixadas também pode vigiar o Grande Irmão. Essa vigilância em mão dupla é ao mesmo tempo uma demonstração do poder da internet e um lembrete amargo de quais são os seus limites.

Leia Mais:
WikiLeaks: algumas leituras

Nenhum comentário:

Postar um comentário