terça-feira, 19 de outubro de 2010

O apoio a Dilma no Rio de Janeiro em 18 de outubro

Artistas e intelectuais repetem um palanque como o de 1989
É provável que um palco tão amplo e representativo do mundo da cultura no Brasil só tenha paralelo com a rede de apoiadores da campanha Lula de 1989. Quase duas mil pessoas lotaram platéia, corredores, mezaninos, hall de entrada e a calçada da casa de espetáculos, enquanto uma chuva intermitente desabava sobre a cidade. No palco, entre outros, estavam Oscar Niemeyer, Chico Buarque, Rosemary, Alcione, Ziraldo, Fernando Morais, Elba Ramalho, Renato Borgehetti, Yamandu Costa, Hugo Carvana, Leci Brandão, Alceu Valença, Paulo Betti, Marco Aurélio Garcia, Chico César, João Pedro Stédile, Antonio Grassi, Sergio Mamberti e muitos outros.

Leia o artigo de Gilberto Maringoni, publicado em Carta Maior, 19/10/2010.


Ato reúne centenas de artistas e intelectuais em apoio à Dilma
Centenas de artistas e intelectuais, além de parlamentares, jornalistas, ambientalistas e militantes, lotaram o tradicional Teatro Casa Grande, no bairro do Leblon, e levaram seu apoio à petista. Do lado de fora, cerca de mil pessoas tentavam entrar no teatro. Com um nível de emoção acima da média até aqui registrada nesta campanha, o ato lembrou antigas jornadas da esquerda carioca e teve direito a palavras de ordem, lágrimas e uma pequena manifestação de rua após o evento.

Leia o texto escrito por Maurício Thuswohl e publicado em Carta Maior em 19/10/2010.

Atualização: 20.10.2010 - 11h00
Ato na PUC-SP defende Dilma e critica uso de religião na campanha
Veja no YouTube: Em São Paulo, em 19 de outubro, juristas e intelectuais defendem eleição de Dilma

Nenhum comentário:

Postar um comentário