segunda-feira, 21 de junho de 2010

Brasil: país do futebol?

Futebol. A marca de uma identidade nacional?

Este é o tema de capa da edição 334 da revista IHU On-Line, publicada hoje, 21 de junho de 2010.

Diz o editorial:
"Em meio às emoções que envolvem a Copa do Mundo de Futebol [África do Sul, de 11 de junho a 11 de julho de 2010], a IHU On-Line propõe como tema de capa desta semana a importância do futebol na constituição da identidade nacional do povo brasileiro. Entrevistamos especialistas no tema, que discorrem sobre o significado do esporte mais venerado pelos brasileiros, bem como as principais transformações que o futebol tem sofrido ao longo de sua história. Participam do debate os antropólogos Arlei Damo, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS; Simoni Lahud Guedes, professora na Universidade Federal Fluminense – UFF; Édison Gastaldo, professor na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro; a socióloga Fátima Ferreira Antunes, do Departamento do Patrimônio Histórico da Secretaria de Cultura de São Paulo; Ronaldo Helal, professor da Faculdade de Comunicação Social da Universidade Estadual do Rio de Janeiro – UERJ, e os jornalistas Ruy Castro, Nando Gross e Fabiano Baldasso. Um breve texto sobre o tema, que nos foi enviado pelo professor José Afonso de Oliveira, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE, também é publicado".

As 9 entrevistas:
:: Arlei Damo: Futebol, um esporte agonístico
:: Édison Gastaldo: O futebol como um drama da vida social no Brasil
:: Fátima Ferreira Antunes: Brasil: país do futebol?
:: Nando Gross: “O Brasil não é tão poderoso quanto o futebol nacional”
:: Fabiano Baldasso: “Aqui, no Rio Grande do Sul, não existe amor pela seleção brasileira. Aqui se ama o Grêmio e se ama o Internacional”
:: Ronaldo Helal: “Jogadores excepcionais tendem a fazer jogadas brasileiras”
:: Ruy Castro: “Neste momento, não há ídolos no futebol brasileiro”
:: Simoni Lahud Guedes: Copa do Mundo: ritual quadrienal de nacionalidade
:: José Afonso de Oliveira: A pátria de chuteiras

2 comentários:

Pr. Carlos disse...

Uma das maiores desgraças hoje em dia na igreja é o futebol
Ora, o ídolo não é nada disse Paulo, mas sim o que está por trás dele
E por trás dos jogos tem o olimpo (monte de deuses, demônios) com suas olimpíadas
Tem Hercules acendendo a pira
E as origens dos jogos?
Porventura não foram pra aplacar a ira dos deuses
O que Cristo tem com esta infâmia?
Aprovaria Jesus esta desgraça idolátrica?
Quem anda envolvido com o futebol e seu fanatismo por certo
terá que encontrar com Jesus e acertar as contas

airtonjo disse...

Para que simplismos sobre as origens do futebol e dos Jogos Olímpicos sejam evitados, convém ao leitor atento fazer duas buscas no Google: História do futebol e Os jogos Olímpicos na Grécia Antiga. Por exemplo? Como funcionam os Jogos Olímpicos. Também poderá ser lido com proveito o meu artigo Os instrumentos da helenização.

Postar um comentário