terça-feira, 18 de maio de 2010

A Bíblia e a homossexualidade

O Professor James F. McGrath, da Universidade Butler, Indianápolis, e do biblioblog Exploring Our Matrix, publicou hoje em um post um significativa coleção de links sobre o tema Bíblia e homossexualidade.

Diz ele que os links apontam para textos que abordam o tema sob vários pontos de vista. E isto é importante, pois o tópico, muitas vezes, produz forte polêmica e ferrenha polarização.

Em suas palavras:
My Sunday school class has been discussing the topic of homosexuality, and we've reached the point where we are ready to take a close look at the New Testament passages that are potentially relevant to the topic. I've blogged about this subject here before, but want to offer links to web resources which reflect differing views, which can provide basis for discussion in the class.

Leiam: The Bible and Homosexuality: Resources for Sunday School discussion


Em português, podem ser lidos, além de outras fontes, dois números da revista IHU On-Line:
:: Edição 199, de 09/10/2006: Os desafios da diversidade sexual
:: Edição 253, de 07/04/2008: Uniões homoafetivas. A luta pela cidadania civil e religiosa

Um comentário:

airtonjo disse...

José Trasferetti diz: Penso que a Igreja deve trabalhar em prol de uma verdadeira educação moral do nosso povo. Educação moral tendo em vista o discernimento. Não podemos frear o ritmo do tempo, mas podemos formar melhor nossos irmãos para que façam suas escolhas do melhor modo possível. Neste sentido, seria conveniente ler o livro Homossexualidade: orientações pastorais e formativas, que sairá pela editora Paulus em maio deste ano. Trata-se de um livro elaborado por mim e pelo meu colega Frei Ademildo que, sem dúvida, será um instrumento de esclarecimento sobre esta questão. Os cristãos precisam estudar melhor este tema. Não podemos ter uma consciência moral adulta sem conhecimento. Para formularmos um juízo correto é preciso muito estudo. Não podemos mais nos pautar por uma moral casuística ou mesmo legalista. A ignorância é a mãe do preconceito. A verdadeira consciência moral é esclarecida e precisa aprender a conviver com a diversidade cultural e o pluralismo teológico. Leia a entrevista em Notícias: IHU On-Line, de hoje, clicando aqui.

Postar um comentário