quarta-feira, 24 de março de 2010

Para entender o Oriente Médio, segundo Robert Fisk

Para entender o Oriente Médio… tente algumas leituras
Várias vezes por ano, leitores pedem-me “uma lista de leituras” de livros sobre o Oriente Médio. Não é fácil. A maior dificuldade para escrever com consciência histórica sobre o Oriente Médio é que a história não terminou. A guerra continua. Os dois “lados” – de fato há muitos, muitos lados – produzem narrativas conflitivas. E não aceito a ideia de que se possa oferecer uma lista equilibrada de livros. Há a versão de Israel. Há a versão dos árabes. Há a versão alucinada dos norte-americanos etc. O Oriente Médio é questão de injustiça. Quem contará melhor a história?

O artigo é de Robert Fisk e foi publicado em The Independent, Londres, em 13 de março de 2010: Robert Fisk’s World: Try this reading list if you want to understand the Middle East

Fonte: Carta Maior: 23/03/2010

2 comentários:

Jones Faria Mendonça disse...

O melhor livro que li sobre o conflito árabe israelense é este:

GRESH, Alain. Israel, Palestina: Verdades sobre um Conflito. Tradução de Lígia Calapez Gomes. Campo das Letras, 2002.

Um trecho belíssimo do livro é a citação de uma frase que o egípcio Chehata Haroun pediu para gravar numa placa que deveria ser colocada em seu túmulo:

“Cada ser humano tem várias identidades. Sou um ser humano. Sou egípcio quando os egípcios são oprimidos. Sou negro quando os negros são oprimidos. Sou judeu quando os judeus são oprimidos e sou palestino quando os palestinos são oprimidos”.

airtonjo disse...

Jones,

Obrigado pela indicação.

Postar um comentário