segunda-feira, 9 de novembro de 2009

BW3 ataca Sheffield e provoca polêmica

Não. Não é BibleWorks, em antiga versão 3. Não é uma agência de propaganda. Não é...

É Ben Witherington III mesmo. O biblista.

Depois da boa notícia da sobrevivência do ameaçado Departamento de Estudos Bíblicos da Universidade de Sheffield, agora o ataque.

Que suscitou, na semana que passou, muita indignação de vários biblistas.

Vale a leitura.

Comece por Sheffield and some odd comments attributed to BW3, de James Crossley. Vá até Jim Linville, no post Cheap Shots at Sheffield from the Peanut Gallery. Witherington just doesn’t get it, does he?


Li muito pouco sobre o caso, por falta de tempo, mas estou vendo pipocar BW3 na biblioblogosfera por todo lado... Tem a ver com confessionalidade dos estudos bíblicos, fé dos envolvidos, desconstrução da Bíblia, secularização...

Um trecho do ataque:
Bruce, the noted author of books such as Paul: Apostle of the Heart Set Free and The New Testament Documents: Are They Reliable?, founded Sheffield's department of biblical history and literature in 1947. But not all faculty have shared Bruce's conservative convictions. Evangelically minded faculty, including Andrew Lincoln and Loveday Alexander, were not replaced with scholars who held similar views. Other faculty were "bent on the deconstruction of the Bible, and indeed of their students' faith," according to Ben Witherington, a New Testament scholar at Asbury Theological Seminary.

Nenhum comentário:

Postar um comentário