quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Democracia e Golpes de Estado

...Estou esperando que o apoio do Brasil sirva às democracias da América. A mensagem do presidente Lula, de Celso Amorim, de Marco Aurélio é para dizer que já não queremos golpe de Estado, vamos lutar contra quem dê golpe de Estado, e vamos lutar com todos os meios pacíficos para revertê-lo. É uma mensagem aos militares, aos grupos da elite econômica que usam os militares, é uma mensagem aos grupos midiáticos que desestabilizam o país para depois promover o golpe de Estado. É uma mensagem a todos aqueles que tentem vulnerar, romper e destruir a democracia. A democracia é um bem do povo, e a defesa feita pelo Brasil e que estamos fazendo é um assunto que compete à vida da América (Manuel Zelaya, Presidente deposto de Honduras, abrigado na embaixada brasileira em Tegucigalpa, em entrevista publicada por Fabiano Maisonnave no blog Da Embaixada, em 13/10/2009).

Parece coisa óbvia, mas pelo modo enviesado como a imprensa daqui, com frequência, o trata, vale citar como ato pedagógico...

Nenhum comentário:

Postar um comentário