terça-feira, 25 de agosto de 2009

Sururu

Sobre o banzé-de-cuia, kerfuffle, em inglês, que é o caso Lina, os demo-tucanos, o PIG, Marina-PV-PSDB, com 2010 como alvo... estou deixando algumas indicações nos comentários do post Li na...

Já que é o "nosso mundo" (cão), mas não é o mundo principal do blog, por enquanto, lá está bom.

Mas, confesso: como é difícil para um mineiro "sair da briga"! Ah, minha boiada!

Aos interessados, a dica.

E veja aqui bons sinônimos para este "alteroso" fenômeno! Ou seria "vergonhoso"?

4 comentários:

airtonjo disse...

Então:

Por que todo esse banzé no Oeste?

Com a palavra Everardo Maciel, Secretário da Receita Federal nos 8 anos de governo Fernando Henrique Cardoso
(...)
E o caso Dilma/Lina?
- Se ocorreu o diálogo, ele tem duas qualificações: ou era algo muito grave ou algo banal. Se era banal deveria ser esquecido e não estar nas manchetes. Se era grave deveria ter sido denunciado e chegado às manchetes em dezembro, quando supostamente ocorreu o diálogo. Ninguém pode fazer juízo de conveniência ou oportunidade sobre matéria que pode ser qualificada como infração. Caso contrário, vai parecer oportunismo.

E a queda na arrecadação por conta de alardeada pressão de grandes contribuintes?
-Farsa, factóide para tentar explicar, indevidamente, a queda na arrecadação (...) Eu não sei porque as pessoas não fazem as perguntas adequadas…(...) Por exemplo: quais são os nomes dos grandes contribuintes, quando e de que forma pressionaram a Receita? Quando foi inciada a fiscalização dos fatos relacionados com o senhor Fernando Sarney? Quantos foram os contribuintes de grande porte no Brasil que foram fiscalizados no primeiro semestre deste ano, comparado com o mesmo período de anos anteriores e qual foi o volume de lançamentos? Ainda uma outra pergunta: a Receita, em algum momento, expediu uma solução de consulta que tratasse dos casos de variações cambiais como os alegados em relação à Petrobras? Respostas a isso permitiriam lançar luz sobre os assuntos.

Leia Desmontando a farsa, por Heber/DF, em Luis Nassif Online - 26/08/2009 - 9h28

Entrevista publicada no Terra Magazine por Bob Fernandes, com o título de Everardo: Casos Petrobras e Dilma/Lina "são farsa" - Quarta, 26 de agosto de 2009, 08h54 Atualizada às 11h13

airtonjo disse...

Fiscalização foi desarticulada com Lina, diz Everardo Maciel

O ex-secretário da Receita Federal no segundo mandato de Fernando Henrique Cardoso, Everardo Maciel, disse nesta quarta-feira em entrevista à Folha Online que a fiscalização dentro do órgão foi "desarticulada" durante a gestão de Lina Maria Vieira, que deixou o cargo no mês passado pouco menos de um ano depois de substituir Jorge Rachid. Segundo ele, as principais metas de fiscalização e planos de ação fiscal "não existem mais". Maciel ainda desmentiu a tese de que o foco sobre as grandes empresas foi uma marca na gestão de Lina, como defendem os funcionários da Receita que deixaram cargos de confiança (....) "Isso é falso. Quem criou a delegacia de fiscalização dos bancos fui eu. O criador do programa de fiscalização de grandes contribuintes fui eu. Então isso não é verdade. Era preciso medir com precisão, e não como foi divulgado com os dados de São Paulo, quantos grandes contribuintes foram fiscalizados no primeiro semestre comparado com semestres anteriores. Aí vamos ter uma surpresa", disse.

Leia mais...

Fonte: Folha Online - Por Ygor Salles - 26/08/2009 - 19h48

airtonjo disse...

Rescaldo do caso Lina

Em Luis Nassif Online: 26/08/2009 -17h30

airtonjo disse...

O papelão de Waldvogel e a desmontagem do factóide Lina

Fonte: Carta Maior: 26/08/2009

Postar um comentário