terça-feira, 19 de maio de 2009

O PSDB não gosta da Petrobras. Nem do Brasil

:: "O PSDB não gosta da Petrobras. Nem do Brasil" - Carta Maior: 16/05/2009
"Em entrevista concedida ao Correio da Cidadania, em janeiro deste ano, o presidente da Associação dos Engenheiros da Petrobras, Fernando Siqueira, alertava para uma nova campanha de desmoralização da empresa diante do público. Entre outras coisas, ele recorda que a gestão do PSDB governando o país foi responsável pela quebra do monopólio do petróleo, pela venda de 36% das ações da Petrobras na Bolsa de Nova York por menos de 10% do seu valor real. Para Siqueira, o governo depende da participação popular para defender o nosso petróleo". Escrito por Gabriel Brito e Valéria Nader em 20/01/2009: Para manter Lei do Petróleo e controlar o Pré-Sal, lobbies buscam desmoralizar a Petrobras.

:: A CPI da Petrobrax e a tucanalhada - Blog do Emir: Emir Sader, em 16/05/2009
"Os tucanos queriam privatizar a Petrobras. Não conseguiram. Seu ímpeto entreguista durou menos de 24 horas diante do clamor nacional. Agora, na calada da noite, organizaram uma CPI sobre a Petrobras para tentar impor os danos que consigam à maior empresa brasileira".

:: A CPI da Petrobras e o tiro no pé dos tucanos - O Biscoito Fino e a Massa: Idelber Avelar, em 18/05/2009
..."Não gosto de fazer previsões em política, mas acho que o PSDB acaba de dar o maior tiro no pé da sua curta história. A Petrobras ocupa, no imaginário do povo brasileiro, um lugar incomparável ao de qualquer outra estatal, mesmo o Banco do Brasil. Temos orgulho dela. Fizemos, faz muito pouco tempo -- 50 anos, em história, não é nada --, uma campanha gigantesca para defender nosso petróleo. O PSDB, de olho nas eleições – e o papel de um partido político é ficar de olho nas eleições, não há nada de errado nisso –, acaba de criar as condições para ser definitivamente associado ao entreguismo".

:: A udenização do PSDB - Notícias: IHU On-Line: 19/05/2009
"''Se há um sentimento que tem animado o espírito político conservador hoje no Brasil, este é o do antipetismo (e uma variante sua, o antilulismo). E nenhuma outra agremiação tem incorporado melhor este papel de anti-PT e anti-Lula do que o PSDB (com a sugestiva exceção mineira). Ao tornar-se estuário deste conservadorismo social e político, os tucanos têm adotado - sobretudo na cena nacional - um discurso e uma postura cada vez mais conservadores e elitistas'", escreve Cláudio Gonçalves Couto, cientista político, professor da PUC-SP e da FGV-SP, em artigo publicado no jornal Valor, 19/05/2009.

Leia Mais:
Luis Nassif Online: Petrobras

Nenhum comentário:

Postar um comentário