sábado, 3 de janeiro de 2009

Reforma Ortográfica da Língua Portuguesa

O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, firmado em 1990, entrou em vigor, no Brasil, em 01/01/2009.

A mudança será gradual, vai até o final de 2012. Além de extinguir o trema (exceto em palavras estrangeiras), a reforma ortográfica traz várias mudanças na acentuação das palavras e no uso do hífen.

O Brasil é o primeiro dos 8 países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) - Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste - a adotar oficialmente a nova grafia.

Veja o que muda digitando no Google reforma ortográfica e escolhendo um endereço confiável. Uma boa cobertura, por exemplo, pode ser encontrada na Folha Online - Especial Reforma Ortográfica.

2 comentários:

Dr. Claude Mariottini disse...

Airton,

Com estas reformas, a Lingua Portuguese sera transformada, porem, com a adicao do k, w e y o Portugues parece entrar no seculo 21.

Claude Mariottini

airtonjo disse...

Caro Claude,

Muita coisa já era usada na prática, só faltava ser oficializada. Falo do Brasil, porque o português lusitano sofrerá um impacto muito mais forte com as mudanças. E terá maiores resistências, também.

Alguns intelectuais "veteranos", gente de renome, brasileiros, acham que há empobrecimento da língua com esta reforma. Nossos jovens, porém, se adaptarão facilmente, pois muitos já usam uma escrita bem simplificada (quase nenhum aluno meu gosta de usar trema, por exemplo).

Só acho complicado me acostumar visualmente (a "memória visual" é que me (nos!) ajuda a escrever dentro das normas) à ausência de acentos em algumas palavras e decidir quando devo ou não usar o hífen. Mas, com o tempo...

Um abraço

Airton

Postar um comentário