segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Podres poderes: da semântica à hermenêutica

Software israelense manobra opiniões na internet
Uma arma... se destacou pela eficiência... continuará sendo usada mesmo após o cessar-fogo [em Gaza]... nos bastidores da internet, modificando resultados de enquetes on-line, entupindo caixas de e-mails... e ajudando a protestar contra notícias desfavoráveis à comunidade israelense. O nome da ferramenta é Megaphone, um software... O programa serve para mobilizar internautas pelo mundo dispostos a manobrar... opiniões na rede... O internauta disposto a fazer parte do arrastão cibernético [sublinhado meu] precisa baixar um programa... Instalada a plataforma, aparecem no computador alertas em tempo real sobre notícias, enquetes, artigos, vídeos ou blogs que estejam com visões "a favor ou contra" a comunidade... O internauta é convidado, a partir daí, a "agir por Israel" - enchendo os alvos de críticas, elogios ou votos... Esse tipo de estratégia, que recebeu o apoio do Ministério das Relações Exteriores de Israel... O que se destaca neste caso, no entanto, é o modo de atuação do programa, que institucionaliza a manipulação de informação de forma coordenada e colaborativa [sublinhado meu].

Fonte: Diógenes Muniz, editor de Informática da Folha Online - 19/01/2009 - 12h06

Manipular: do francês manipuler (1765) 'manejar uma substância ou um instrumento para fins científicos ou técnicos', (1842) 'exercer influência sobre alguém'; cf. latim medieval manipulo, as, ávi, átum, áre 'conduzir pela mão' (Dicionário eletrônico Houaiss da língua portuguesa - Versão 1.0 - Dezembro de 2001, verbete manipular).

Nenhum comentário:

Postar um comentário