segunda-feira, 12 de maio de 2008

Solidariedade do Pio Brasileiro a bispos ameaçados

Estudantes do Colégio Pio Brasileiro, em Roma, manifestam solidariedade aos três bispos da região amazônica ameaçados de morte. Os atuais estudantes residentes no Pio Brasileiro são provenientes de 67 Dioceses do Brasil, duas Congregações Religiosas, uma Diocese de Angola e seis Dioceses de cinco países latino-americanos: Chile, Colômbia, Equador, Venezuela, Panamá. São 101 estudantes, distribuídos em 11 Universidades Pontifícias em cursos de Mestrado e Doutorado.

Os estudantes manifestam sua solidariedade aos "Bispos do Regional Norte II do Brasil: Dom José Luiz Azcona, da Prelazia do Marajó; Dom Flávio Giovenale, da Diocese de Abaetetuba e Dom Erwin Kräutler, da Prelazia do Xingu, que estão sendo perseguidos e inclusive ameaçados de morte por defenderem irmãs e irmãos excluídos e por denunciarem a violação dos direitos humanos na região".

Dizem na carta, datada de 9 de maio de 2008, que "na comunhão em Jesus Cristo, queremos estar juntos aos três profetas agredidos em sua missão. A causa que eles defendem queremos fortificá-la, pois suas denúncias também são nossas: a desapropriação das terras dos indígenas, o abandono dos pequenos agricultores, a exploração sexual de crianças e adolescentes e o tráfico de mulheres, a violência urbana e ameaças às lideranças do povo, a evasão escolar na região, a degradação do meio ambiente e a exploração ilícita de madeiras e o tráfico de drogas. Esta situação nos deixa inquietos e nos exige um testemunho cristão".

E acrescentam: "Fomos enviados pelas nossas comunidades, bispos e provinciais à formação presbiteral continuada e especializada. A partir de nossos estudos nos sentimos cada vez mais próximos de tantas irmãs e irmãos sofridos e excluídos em nossas regiões e que esperam uma presença e testemunho profético de seus pastores. Temos também consciência das lutas travadas por tantos homens e mulheres: religiosos e religiosas, presbíteros e bispos, leigos e leigas na defesa da vida junto ao povo na grande Região Amazônica".

Leia a carta no site da CNBB.

O Pio Brasileiro foi minha casa em Roma durante seis anos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário