quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Einstein: Sua Vida, Seu Universo

ISAACSON, W. Einstein: Sua Vida, Seu Universo. São Paulo: Companhia das Letras, 2007, 656 p. - ISBN 9788535911282.

Tradução do inglês: Einstein: His Life and Universe. New York: Simon & Schuster, 2007, 704 p. - ISBN 9780743264730 (A edição em 'Paperback' será publicada em maio de 2008).

Diz a editora:
"Einstein: sua vida, seu universo, a nova biografia de Albert Einstein, baseia-se numa coleção de cartas divulgadas em 2006, vinte anos depois da morte de sua enteada, conforme ela determinara em testamento. Escrita pelo jornalista Walter Isaacson, que já presidiu os grupos Time e cnn, e amplamente elogiada pela crítica, revela um Einstein avesso a qualquer tipo de dogma. Foi esse espírito rebelde que permitiu o nascimento da teoria que revolucionaria a física. O conteúdo das cartas desnuda a vida íntima de uma mente genial. Um homem simples e afável, mas ao mesmo tempo impertinente e distante, Einstein mantinha relacionamentos pessoais difíceis, segredos e casos extraconjugais, além de desprezar a guerra e se divertir com a aura de celebridade. Livre de amarras, Einstein podia explorar sua curiosidade, traço fundamental de sua personalidade e, em suas próprias palavras, essencial para seu brilhantismo: Não tenho nenhum talento especial, apenas uma ardente curiosidade. Mas, no fim da vida, a rebeldia deu lugar ao inconformismo, tanto em termos científicos quanto políticos. Einstein: sua vida, seu universo nos revela o menino curioso, o estudante genial e insolente que se apaixona pela colega de curso, o funcionário do escritório de patentes que revoluciona a física, o homem atormentado por problemas conjugais, o pai muitas vezes ausente, o físico por fim reconhecido no mundo todo, o militante pacifista e sua busca frustrada pela teoria do campo unificado uma solução matemática que explicasse as idiossincrasias da recém-nascida mecânica quântica, fruto de uma idéia sua".


Sem usar matemática, biografia de Einstein conta como o gênio mudou a física
Em 1905, [Einstein] sacou que o tempo não era absoluto: para alguém se movendo, o tempo passa mais devagar do que para quem está parado. Dez anos depois, cravou que o espaço é curvo: um meteoro não é atraído pela lei de gravidade da Terra; na verdade, ele escorrega como uma bola de sinuca numa caçapa. Apesar de se tratarem de conceitos físicos avançados, essas teorias estão explicadas para gente normal na ótima biografia "Einstein - Sua Vida, seu Universo". Mesmo longo, o livro não traz uma única equação matemática. E extrapola a física teórica, já que a vida de Einstein se confunde com a história do século 20: fala da vida pessoal, dos amores, da decisão de criar a bomba atômica, da criação do Estado de Israel e, principalmente, dos processos mentais que fizeram Albert Einstein (1879-1955) virar um "Einstein". Ou seja, faz você viajar com ele na velocidade da luz. Fonte: Folha Online: 17/12/2007 - 08h35.

Mais sobre Einstein? Leia aqui e aqui.

Leia também:
Astrônomos da Alemanha vêem "parto" de planeta - Folha Online: 03/01/2008 - 08h16

Nenhum comentário:

Postar um comentário