quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Wikipedia e Biblia: muito antes, pelo contrário

Posso confiar na Wikipédia para consultas sobre temas bíblicos?

Pode e não pode... Acho que a postura do mineiro diante de polêmica temática é a mais apropriada neste caso: "E você, mineiro, é a favor ou contra?" E o mineiro, desconfiado, sem pressa, responde: "Muito antes pelo contrário..."

Por que o assunto reaparece? Porque um leitor fiel deste blog me comunica sua perplexidade face à duvidosa qualidade das informações da Wikipédia sobre temas bíblicos, judaicos e afins.

O mineiro está certo: não existe consenso sobre o assunto. Eu consulto alguma coisa, quando não tenho alternativa, mas só confio quando sei mais sobre o tema do que o autor do texto... Ou quando tenho como verificar, em outra fonte, a qualidade do que estou consumindo. Esquisito isso, mas no mundo da informação, especialmente na web, somos muitas vezes obrigados a agir assim.

Remeto os interessados a um post que escrevi em 29 de março de 2007, Wikipedia avaliada pelos biblioblogueiros, onde há alguns bons links que levam a gente séria que discutia, naquela época, o assunto. E lá indico também como chegar à Citizendium, Scholarpedia, Wikipedia.

Acrescento a estes um post de John F. Hobbins, Wikipedia, Bible Study, and the SBL, de 15 de julho de 2007, em seu Ancient Hebrew Poetry.

Por último, recomendo algo sobre os blogs - não custa desconfiar, não é?
Blogueiros mentem? Bem...
Charlatanice: muitos blogs publicam lixo como se fosse ciência
O lado obscuro dos blogs

2 comentários:

Nehemias disse...

Airton,

Eu acho que a Wikipedia precisaria melhorar um pouco os seus sistemas de controle, principalmente nesses assuntos polêmicos como os bíblicos. Na Wikipedia, temos informação de primeira linha misturada com teorias polêmicas, "pesquisas originais" que tentam passar a imagem de que refletem uma verdadeira cisão ou tensão no consenso ou mainstream acadêmico sobre aquele ponto.

Por exemplo, se vc for ao artigo sobre Nazaré: http://en.wikipedia.org/wiki/Nazareth

Há uma tentativa de se vender aos incautos a teoria de que Nazaré não existia nos tempos de Jesus.

"Some historians have argued that the absence of textual references to Nazareth in the Old Testament and the Talmud, as well as the works of Josephus, suggest that a town called 'Nazareth' did not exist in Jesus' day.[18]"

Ao ver as fontes de tal afirmação, vejo que são citados Cheyne (1899), Robert Eisenmann e Frank Zindler.

Mais adiante, o artigo diz:

The critical question now under scholarly debate is when in the Roman period Nazareth came into existence, that is, whether settlement there began before or after 70 AD (the First Jewish War).[27]

Quem é a fonte citada? Frank Zindler.

E quem é Frank Zindler (do site da American Atheist Association):
"Mr. Zindler for twenty years was a teacher and professor of biology, psychobiology, and geology. Currently, he works as a linguist and editor of biochemical literature for a scientific publishing society".

E, tbém é um conhecido proponente do Jesus Mítico (Jesus Cristo nunca existiu).

Quer dizer, o artigo desvaloriza o trabalho de James Strange mas usa como referência um autor que nem arqueólogo é.

Nehemias

airtonjo disse...

Neemias,

Você tem toda a razão. E seu comentário contribui, e muito, para esclarecer a controvertida questão da elaboração e uso da Wikipédia.

Agradecido

Airton

Postar um comentário