domingo, 6 de maio de 2007

Concilium:Teologia do Pluralismo Religioso

A Revista Internacional de Teologia CONCILIUM foi fundada em 1965 pelos teólogos Y. Congar, H. Küng, J. B. Metz, K. Rahner e E. Schillebeeckx. Esta revista - iniciada por estes maiores teólogos europeus do século XX - agrupou aos poucos em torno de si teólogos de renome do mundo inteiro. Hoje a revista é elaborada por teólogos europeus, latino-americanos, asiáticos, americanos e africanos. Os números são publicados simultaneamente em 7 línguas: francês, inglês, italiano, alemão, holandês, espanhol e português. Cada número da revista gira em torno de uma temática específica e relevante para o cristianismo.

Acabo de receber o fascículo 319 - 2007/1 da Revista Concilium. Tem 150 páginas. Seu tema: Teologia do Pluralismo Religioso: O Paradigma Emergente.

Leio na última capa:
A emergência cada vez mais clara do pluralismo, a ponto de se desenhar novo paradigma, impele a abordá-lo novamente, com mais força, buscando novos insights e ensaiando nova linguagem. Algumas perguntas conduziram os organizadores deste fascículo de Concilium: Seria o pluralismo religioso apenas conseqüência do caminho do cristianismo na fase de modernidade, ou seja, um fenômeno ocidental pelo qual outras tradições religiosas não se interessam? Ou as religiões todas são chamadas ao salto paradigmático? E com que recursos poderiam fazê-lo? Em diferentes tradições religiosas não se encontrariam já elementos de universalidade e de aceitação do pluralismo como forma desta universalidade?

Sumário

Editorial
Luiz Carlos SUSIN - Emergência e urgência do novo paradigma pluralista

Parte I - Situação
1. Tissa BALASURIYA - As religiões, especialmente o cristianismo, diante do futuro
2. Faustino TEIXEIRA - O pluralismo religioso como novo paradigma para as religiões

Parte II - Discernimento
1. José Maria VIGIL - O paradigma pluralista: tarefas para a teologia. Para uma releitura pluralista do cristianismo
2. Paulo SUESS - Da revelação às revelações
3. Marcelo BARROS - Moradas do vento nos caminhos humanos. Para uma teologia da hierodiversidade
4. Leonardo BOFF - É o Cristo cósmico maior que Jesus de Nazaré?
5. Javier MELLONI - Mediação e opacidade das Escrituras e dos dogmas
6. Lieve TROCH - O mistério em vasos de barro: balbuciando uma linguagem figurada sobre Deus dentro de novas experiências de religião
7. J. Amando ROBLES - A religião, um mapa para a salvação? Algumas mudanças epistemológicas

Parte III - Perspectivas Práticas
1. Paul F. KNITTER - A transformação da missão no paradigma pluralista
2. Andrés Torres QUEIRUGA- Repensar o pluralismo: da inculturação à inreligionação
3. Felix WILFRED - Cristianismo e cosmopolitismo - Para uma universalidade inversa
4. Pedro CASALDÁLIGA/José Maria VIGIL - Espiritualidade e pluralismo religioso

Conclusão
Luiz Carlos SUSIN - Refletindo o percurso: um clamor e uma luz que vêm de toda parte

Nenhum comentário:

Postar um comentário