domingo, 22 de abril de 2007

Best Blogs about Biblical Studies: a Review

Ontem, já bem tarde da noite, fiz um giro pela blogosfera em busca de opiniões e avaliações das 3 listas sobre Estudos Bíblicos que criei no UnSpun by Amazon.com. Busca rápida, e que acabou se limitando à principal lista que é Best Blogs about Biblical Studies, com menos de 20 resultados, mas bastante significativos.

Hoje gostaria de complementar a busca com uma avaliação das listas de Blogs sobre Estudos Bíblicos no UnSpun by Amazon. Farei isso apontando o que considero os prós e os contras (pros and cons) na estrutura e funcionamento deste tipo de lista.

Prós
  • Uma lista de Biblioblogs pode ser útil especialmente para tornar a comunidade de pesquisadores, professores e estudantes de Estudos Bíblicos, que produzem seus blogs, mais conhecida. Como eu disse no comentário ao post do Dr. Claude Mariottini sobre a lista: "Há muitos estudantes de Bíblia que 'estão saindo da toca' com seus Biblioblogs. Gente que eu nem imaginava existir!". Ou Danny Zacharias: "This list, while ultimately of limited value, has alerted me to a few blogs that I have not known of previously"
  • Tivemos a satisfação de ver, pelo menos durante esta primeira semana, a lista Best Blogs about Biblical Studies [Obs.: lista desativada em 2008 pela Amazon.com] em segundo lugar entre as mais populares dos últimos 30 dias do UnSpun by Amazon. Como disse Patrick George McCullough: "On the UnSpun homepage, their Most Popular Lists breakdown for the past 30 days currently has our biblioblogs list ("Best Blogs about Biblical Studies") at #2, behind "Missing Apple Announcements." Come on, we can beat out all the iStuff fanatics! :)"
  • Há uma bem elaborada FAQ, explicando o funcionamento de uma lista no UnSpun
  • Embora a lista possa não refletir de modo adequado quais são os melhores biblioblogs, porque possui falhas estruturais, ela reflete (parcialmente) o pensamento e as atitudes da comunidade biblioblogueira, que, ao criar seu ranking pessoal e votar, manifesta sua opinião
  • Muitos participantes mantiveram a netiqueta e votaram nos biblioblogs dos outros - e não tentaram desesperadamente colocar o seu próprio biblioblog em primeiro lugar. Isto está claro no depoimento de Mark Goodacre, que mantém, pelos votos de muitos, o merecido primeiro lugar: "Thanks to all those who have voted for the NT Gateway weblog on the Best Blogs about Biblical Studies over at Unspun by Amazon". E de April DeConick: "It is a fun website to take a look at... Thanks to all my readers!" Ou Michael L. Westmoreland-White a propósito da lista de blogs de Teologia, mas cuja fala cabe também aqui: "And log-in and vote. And, if you think I am ranked too high or too low, change that. I take no offense–I’m still surprised to find myself even on the list! Unspun may be a waste of time on the internet, but it can be fun and we all need some fun in our lives".
Contras
  • O problema mais grave é que o mundo virtual está povoado por pessoas irresponsáveis que até hoje insistem em colocar sites, blogs e outros nomes impróprios e até ofensivos na lista. Infelizmente, Jim West está certo quando diz: "And yet, there seems to be a lot of totally depraved persons taking the poll". A lista, para ser mais profissional, não deveria permitir acesso tão fácil a pessoas que não se identificam de modo transparente para toda a comunidade.
  • Quando a lista foi criada, algumas pessoas insistiram em listar ali blogs de Teologia (Theoblogs), o que não é adequado para uma lista de Estudos Bíblicos. Mas o fenômeno foi minimizado, quase desaparecendo, com a criação, por WTM, do Top Theology Blogs.
  • Outras pessoas não leram as regras básicas para a participação na lista. Confundiram, deste modo, a lista com Top 50 Best Biblical Studies Blogs, só porque aparecem, em cada página, 50 blogs. Basta clicar em "Next" e se verá que há bem mais de 50 biblioblogs. Além do mais, não é isso que diz o título. De novo, cito Jim West: "Polls. They just can’t be trusted (because SOME people can’t read the rules….)"
  • A área de Estudos Bíblicos é bem estabelecida faz tempo, mas há gente que não sabe disso e insiste em pensar que blogs devocionais são desta área, inserindo-os na lista inadequada. Para ser um biblista não basta sair por aí citando a Bíblia. Há regras exegéticas consolidadas que devem ser respeitadas.
  • O problema não é só dos biblistas, mas é grave entre nós: os blogs são, na sua grande maioria, de língua inglesa, as ferramentas também, e blogs em outras línguas são deixados de lado, porque inacessíveis para muitos. Defendo que um biblista precisa ler, além das línguas bíblicas e da língua inglesa, porque dominante no mundo atual, outras línguas modernas. O conhecimento de outras línguas amplia os horizontes culturais de um estudioso. Como alguém que lê grego, hebraico, aramaico, ugarítico, copta etc não se esforça um pouco para ler alemão, francês, italiano, espanhol? Quem conhece o grego e o latim - e um biblista em geral conhece - tem enorme facilidade para aprender as línguas neolatinas.
  • Voltar sempre à lista para afastar os desordeiros toma tempo demais. A comunidade toda de biblioblogueiros é que deve exercer esta função e manter a lista limpa (clean).
  • O widget é muito largo para ser colocado em certos modelos (templates) de blogs. Henry Neufeld observou: "I think it is too bad they are so wide".

Nenhum comentário:

Postar um comentário