sábado, 30 de setembro de 2006

Conseguiria Mozart reverter a agressividade da elite brasileira neste vale-tudo de luta pelo poder?

Folha Online: 30/09/2006 - 20h48

Música de Mozart acalma alunos em sala de aula, diz estudo

da Ansa, em Londres
A música do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) acalma os alunos em sala de aula e pode reverter comportamentos agressivos, melhorando substancialmente o rendimento dos estudantes, afirma um estudo de cientistas britânicos. Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Derby, no centro da Inglaterra, concluiu que fazer com que os alunos entre três e sete anos ouçam Mozart não só acalma os ânimos da classe como melhora o rendimento escolar. Os autores do estudo, Simon Brownhill, Fiona Shelton e Clare Gratton, também afirmaram que os concertos do compositor austríaco ouvidos durante aulas de matemática deram resultados "surpreendentes" nos alunos, especialmente nos que apresentam "problemas graves de conduta". O livro em que o estudo foi publicado, intitulado "101 Essential Lists for Managing Behaviour in the Early Years" (101 aspectos essenciais para controlar o comportamento de crianças nos seus primeiros anos) evidenciou que a música de Mozart "pode ser uma ferramenta muito poderosa na luta contra o mau comportamento em sala de aula" (cont.)


Play Mozart to tackle poor behaviour, teachers urged

The Guardian: Friday September 29, 2006
(...) Today a new book from academics at the University of Derby suggests that the approach may also work with badly behaved three to seven-year-olds in primary schools. In particular, playing Mozart during maths lessons has been shown to improve pupils' work, say authors Simon Brownhill, Fiona Shelton, and Clare Gratton.Their book, 101 Essential Lists for Managing Behaviour in the Early Years, says: "Music can be a very powerful tool in the fight against poor behaviour" (cont.)

E por que a imprensa colaborou com mais esta tentativa de atentado político?

Delegado assume ter liberado fotos do dinheiro

Delegado da PF vazou fotos em ação articulada com PSDB

Garcia diz que PT pode provar que vazamento de fotos teve motivação política

Bibliografia para o estudo do Ugarítico e do Hebraico Bíblico

A Bibliography of Ugaritic Grammar and Biblical Hebrew Grammar in the Twentieth Century

Bibliografia para o estudo das gramáticas do ugarítico e do hebraico bíblico. Por Mark S. Smith, Professor de Bíblia e de Estudos do Antigo Oriente Médio na New York University, New York, USA. São 152 páginas de bibliografia em formato .pdf, cobrindo a produção do século XX.

Veja também: A Bibliography of Semitic Linguistics, por Gregorio del Olmo Lete, Professor de Filologia Semítica na Universidade de Barcelona, Espanha. Traz textos publicados entre 1940 e 2000.

Onde Encontrar: Ayrton's Biblical Page > Links

sexta-feira, 29 de setembro de 2006

Imprensa se desespera com o apoio popular a Lula

Mídia 'abafa' investigações contra PSDB

Segundo relatos de jornalistas das principais redações do país, há 'ordem velada' para se poupar candidaturas tucanas. Equipes são destacadas para investigar suposta venda do dossiê, enquanto pautas sobre relação de tucanos com sanguessugas são vetadas.

Leia mais. O texto é de Bia Barbosa e foi publicado pela Agência Carta Maior em 29/09/2006.

Por que os links da Ayrton's Biblical Page apontam, em grande parte, para páginas em inglês?

Já me cobraram isso algumas vezes: você deveria colocar no seu site mais links para páginas sobre estudos bíblicos em língua espanhola, já que ali predominam links para páginas em inglês, língua mais difícil para os brasileiros... Eu também acho. Só que: onde estão estas páginas em espanhol?

O estudo que li hoje no El País, jornal espanhol, e que transcrevo parcialmente aqui, a partir do blog EmGlo Industrial, S.A., de Santo Domingo, e, em seguida, do próprio El País - não tenho certeza de quanto tempo este último link funciona, por isso a duplicata - pode ajudar a compreender a predominância do inglês nos links para páginas que trazem estudos acadêmicos de Bíblia.

Ah, sim: da escassez de páginas sobre estudos acadêmicos de Bíblia em português... vale a pena falar?

EmGlo Industrial, S.A - Viernes, septiembre 29, 2006

El español es el cuarto idioma más usado en Internet ... pero a una gran distancia del inglés
El español es la cuarta lengua más utilizada en Internet después del inglés, el chino y el japonés, según el informe "La difusión del español en internet" realizado por la empresa Accenture y publicado por la Fundación Caja Burgos. El volumen de contenidos en español en Internet, así como el volumen de penetración de la Red en la sociedad hispanohablante, es muy inferior al que le correspondería por su número de usuarios. A pesar de ello, nuestro idioma es el cuarto en presencia online tras el inglés (la lengua dominante), el chino y el japonés. El estudio destaca que son los EEUU el país con mayor número de internautas hispanohablantes con 26 millones, seguido de México con 17 y España con 14 millones. El peso de internautas que tienen en común el idioma español es muy elevado, dice el informe, en cambio el ratio contenido/usuarios es inferior al de otras lenguas con menor número de usuarios. Según los datos, la cuota de páginas en español se sitúa en el 4,6% del total y el ratio por usuario hispanohablante en 0,58 páginas, muy por debajo del de idiomas de referencia como el francés y el alemán (1,23 y 1,25 respectivamente). Estas bajas cifras se deben, según explica Accenture en su estudio, al retraso tecnológico en comparación con otros países, así como a un importante déficit en la generación de contenidos para Internet en lengua española (cont.)

El País - Viernes, 29 de septiembre de 2006

Internet no habla español
El 4,6% de las páginas de Internet están escritas en español. El 45% en inglés. El idioma español es minoritario en la Red. El Informe La difusión del español en Internet realizado por la consultora Accenture para la Fundación Caja de Burgos y la Fundación de la Lengua Española resalta el desequilibrio de los contenidos españoles en relación con el número de usuarios hispanohablantes. Durante la presentación del informe, el presidente de la Fundación de la Lengua Española, Daniel Movilla, resaltó que "el español tiene un porvenir increíble, es el tercer idioma hablado en el mundo y por ello hay que enfocarlo bien en Internet". Y es que el tercer idioma del mundo hace poco ruido en la Red. El informe de Accenture resalta que durante los últimos cinco años el número de usuarios en Internet creció entre un 375% y 337% en España y América Latina, respectivamente. Un crecimiento continuo aunque alejado de las medias de otros países. El porcentaje de los usuarios de Internet en España es del 38%, por debajo de la media europea que es del 49%. El de los países de América Latina es del 14%. Pocos usuarios y poco español aunque hay confianza en que la situación mejore. Actualmente, el número de páginas web en español está por debajo del que le correspondería por número de usuarios. Si se divide el número de usuarios por el número de páginas del mismo idioma, el inglés tiene el ratio más elevado con un 1,47, después se coloca el francés con un 1,25 y el alemán con un 1,23. El de España, con un 0,58, es casi la mitad que el francés o el alemán (cont.)

Imprensa internacional fala do Brasil que vai às urnas no domingo

BBC Brasil

29/09/2006 - 11h03

quinta-feira, 28 de setembro de 2006

O Iraque vai perder mesmo a herança cultural da antiga Mesopotâmia?

Arkansas Democrat Gazette - Northwest Arkansas Edition - Thursday, September 28, 2006

Archaeologists worry that Iraq will erase its pre-Islamic history [Obs.: link quebrado - o artigo sumiu. Verificado em 19.04.2010]

Por que esta visita demora tanto para ir embora, hein manhê?

BBC Brasil: 28/09/2006 - 09h10

60% dos iraquianos aprovam ataques a tropas dos EUA

quarta-feira, 27 de setembro de 2006

Na semana passada ouvi a pergunta: como surgiu o Mês da Bíblia?

Eu ainda não sabia, mas acabei de saber...

Você sabia que o Mês da Bíblia surgiu em Belo Horizonte, MG, em 1971? E que importantes biblistas e pastoralistas, como Carlos Mesters, Alberto Antoniazzi, Wolfgang Gruen, Raul Ruijs, Inês Broshuis e tantos outros e outras, apoiados pelo constante empenho das Irmãs Paulinas, estiveram profundamente envolvidos em sua criação e expansão?


Atualização: 19/07/2011
Mês da Bíblia 2011

terça-feira, 26 de setembro de 2006

Falemos novamente do bombardeio israelense do Líbano

BBC Brasil: 26 de setembro, 2006 - 20h19 GMT

Líbano tem um milhão de bombas sem explodir, diz ONU

Livros da Biblioteca da Universidade Complutense de Madri estarão disponíveis na web

Proyecto de digitalización Biblioteca Complutense-Google
La Biblioteca de la Universidad Complutense de Madrid y Google han firmado un acuerdo de cooperación para digitalizar la totalidad de las colecciones de la Biblioteca Complutense libres de derechos de autor. Se obtendrán copias digitales de estas obras que podrán ser recuperadas libremente desde Google (buscando en el texto completo) y desde el catálogo de la Biblioteca. La Biblioteca de la Universidad Complutense se convierte de este modo en la primera biblioteca no anglosajona que realiza un acuerdo de colaboración con Google dentro del Google Library Project (cont.)

Leia Mais:
Madrid's Complutense University opens its library to the world
Universidade de Madri integra livros ao Google Books

O que interessa aos americanos, aos europeus, a mim, a você? O Oriente Médio

Está nas bancas uma edição especial de Caros Amigos sobre o Oriente Médio.

Não deixe de ver o retrato da região e de acompanhar o relato dramático do repórter Fernando Evangelista na Guerra do Líbano.

Hoje eu li metade da revista nas três horas de viagem de Campinas para Brodowski. E fiquei muito impressionado!



Sumário

  • As lições que ninguém aprende: história do Oriente Médio - Renato Pompeu
  • O Oriente Médio hoje - Renato Pompeu
  • Quem contrala o petróleo? - José Arbex Jr.
  • Tariq Ali: "A religião não é o problema" - Entrevista a Guilherme Manechini e Marília Neustein
  • Uma guerra preparada mais de um ano antes do primeiro tiro - Renato Pompeu
  • Mil perguntas no inferno - Enviados Especiais à Guerra do Líbano: Fernando Evangelista e Matt Corner
  • Efeito Colateral. A morte de civis em massa é "legitimada" por "eliminar um mal maior" - Sérgio Kalili
  • Líbano: as brechas abertas no muro da desinformação - José Arbex Jr.
  • "Política dos EUA e Israel é ingênua e estúpida" - Sérgio Kalili entrevista Stephen M. Walt
  • Miniara, minha aldeia - Georges Bourdoukan
  • Questão de identidade. O que é ser árabe? O que é ser judeu? Dois expoentes das comunidades árabe e judaica no Brasil enfrentam essas perguntas que não admitem respostas fáceis nem neutras - Marina Amaral
  • Guerra pela paz - Sílvio Tendler
  • Os legionários do Oriente Médio. Vemos os palestinos na mira do fuzil e os palestinos nos vêem como soldados nas barreiras - Gershon Knispel
  • Em São Paulo, língua do trabalho une filhos de Abraão - Marcos Zibordi; fotos: Victor Costales
  • As raízes comuns das artes judaicas e árabes

segunda-feira, 25 de setembro de 2006

Que tal sobrevoar as grandes pirâmides do Egito?

Pois então veja fotos de satélite da região de Gizé, onde estão as três grandes pirâmides, de Quéops, Quéfren e Miquerinos, construídas entre os anos 2700 e 2500 a.C.

Veja imagens ao vivo no site PyramidCam Live.

E outras fotos e informações aqui.

Agradeço a Andie Byrnes do blog Egyptology News pela indicação.

Semana de Estudos de Teologia na PUC-Campinas começa hoje

E se, por algum milagre, Alckmin triunfasse?

Significados da derrota e da vitória

Por Emir Sader
A política econômica, tal qual transparece claramente do discurso de campanha tucano, seria uma retomada forte dos contornos mais ortodoxos do modelo liberal ... a privatização da Petrobrás, da Eletrobrás, do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal, voltariam centralmente à pauta do governo... A política internacional tucana aponta claramente – nas declarações do candidato e de FHC – para um abandono da centralidade d eixo Sul/Sul e a retomada de relações privilegiadas com os EUA, que implicariam no fim definitivo do Mercosul e na aceleração da Alca... As políticas sociais voltariam à inocuidade que tiveram nos 8 anos em que foram dirigidas pela ex-primeira dama, Ruth Cardoso, retomando a centralidade das metas econômico-financeiras. No plano educacional, a privataria, que multiplicou como nunca na nossa história as faculdades particulares, retomaria seu caminho. Os movimentos sociais – o MST em primeiro lugar – seriam vítimas de repressão e criminalização. O salário mínimo seguiria defasado em termos de poder aquisitivo diante dos preços, a desigualdade retomaria seu caminho histórico de consolidação...
A derrota do bloco tucano-pefelista será uma grande derrota da direita no Brasil (cont.)

Leiam no Blog do Emir em Agência Carta Maior, este post de 23/09/2006 20:02

domingo, 24 de setembro de 2006

National Intelligence Estimate: the invasion of Iraq has spawned a new generation of radicalism that has spread across the globe

BBC Brasil: 24 de setembro, 2006 - 04h48 GMT

Guerra no Iraque 'fez crescer ameaça do terrorismo'

Um relatório elaborado por agências de inteligência americanas concluiu que a guerra no Iraque fez crescer a ameaça do terrorismo em todo o mundo, de acordo com informações do jornal The New York Times. O diário americano publica na edição deste domingo uma reportagem sobre as conclusões que teriam sido incluídas no relatório confidencial Estimativa da Inteligência Nacional [National Intelligence Estimate]. O documento é produzido pelo Conselho Nacional de Inteligência dos Estados Unidos, órgão que reúne 16 diferentes agências de espionagem americanas. Segundo a reportagem, o relatório avalia que a guerra no Iraque foi a principal razão para a disseminação global da ideologia da jihad. Por isso, diz o jornal, as agências de inteligência estimam que o conflito ajudou a estimular uma nova geração de radicalismo islâmico, que cresce com extrema rapidez. Outro trecho do relatório diz, segundo o New York Times, que a organização Al-Qaeda se expandiu, com novas células agora inspiradas pelo movimento islâmico radical, mas sem conexão direta com Osama Bin Laden. O documento é a primeira avaliação completa sobre o terrorismo elaborado pelas agências de inteligência dos Estados Unidos desde a Guerra no Iraque (cont.)


Se preferir, leia em inglês: US report says Iraq fuels terror

Quer ouvir a Bíblia em uma dezena de línguas? Recitada por uma simpática ave?

Vá até o site The HTML Bible, de John Hurt, Elmwood, TN, USA e aproveite os muitos recursos ali presentes para ler e ouvir a Bíblia online em várias línguas.

Além de... - ora, os outros recursos eu comento depois - , mas agora vá até o link The Speaking Bible, escolha a língua na qual você quer ouvir a Bíblia, e instale os 4 arquivos que estão junto com o MSagent.exe, ou os 5, incluindo este citado, se você não tiver o Microsoft Agent em seu computador.

São executáveis da Microsoft, não há risco algum em um computador com Windows. Depois, clique em Click Here to Start the (X) Speaking Bible. Estou usando este (X) para indicar as várias possibilidades de língua. Que vão do inglês ao italiano, do espanhol ao neerlandês, do alemão ao português (texto da João Ferreira de Almeida) e mais.

Por exemplo: Click Here to Start the Portuguese Speaking Bible. Um simpático papagaio recitará o texto bíblico do capítulo que você escolher... mas veja: a "engenhoca" só funciona no Internet Explorer, meu Firefox foi recusado!

A guerra do Iraque e a Arqueologia

Você já está ciente de que Francis Deblauwe iniciou o blog IW&A, ou seja, The Iraq War & Archaeology Blog?

sábado, 23 de setembro de 2006

Aconteceu na sala de aula

Foi no dia 18 passado, no segundo ano de Teologia da FTCR da PUC-Campinas, quando estávamos estudando, na Literatura Pós-Exílica, o profeta anônimo apelidado pelos especialistas de Dêutero-Isaías, cujo texto sobreviveu dentro do livro de Isaías, constituindo os atuais capítulos 40-55 do referido livro.

O Dêutero-Isaías, também chamado de Segundo Isaías ou, na brilhante intuição de Carlos Mesters, de Isaías Júnior, é um profeta que atuou na segunda metade do exílio babilônico, por volta de 550 a.C. Toda a sua fala está voltada para o despertar da esperança da libertação da Babilônia e da volta para Jerusalém, tarefa na qual ele se empenha junto de exilados, ao que parece, bastante acomodados com uma situação que já durava uns 30 ou 40 anos.


O texto abordado era Is 40,12-26, quando o profeta apresenta aos seus desanimados ouvintes as garantias de Iahweh de que a libertação dos exilados de Judá das garras do poder babilônico é possível. Isto ele o faz, além de outros recursos, através de uma teologia da criação, que é bastante consistente para a cosmologia da época, pois mostra a grandeza dos céus e da terra e argumenta que só Iahweh pode criar e controlar tal imensidão, inacessível aos recursos humanos. Na tradução da Bíblia de Jerusalém, edição de 2002, segunda impressão em 2003, lemos, por exemplo:

Quem pôde medir as águas do mar na concha da mão?
Quem conseguiu avaliar a extensão dos céus a palmos,
medir o pó da terra com o alqueire
e pesar os montes na balança
e os outeiros no seus pratos? (Is 40,12)

Para ele as nações não passam de uma gota que cai do balde,
são reputadas como o pó depositado nos pratos da balança.
As ilhas pesam tanto como um grão de areia! (Is 40,15)

Elevai os olhos para o alto e vede:
Quem criou estes astros?
É ele que faz sair o seu exército
em número certo e fixo;
a todos chama pelo nome.
Tal é o seu vigor, tão grande a sua força
que nenhum deles deixa de apresentar-se (Is 40,26).

Mas aí apresentei uma questão: tal argumentação, embora consistente na época do profeta, se mostra hoje totalmente inadequada diante do conhecimento que temos do Universo e de nossa capacidade científica de manipular aquilo que nosso otimista profeta dizia ser tarefa exclusiva de Iahweh. Argumentei que uma mediação hermenêutica se faz absolutamente necessária quando utilizamos este texto hoje, que, para ser lido com eficácia, deve ser adaptado ao nosso contexto.

Foi então que Gian Carlos Pereira, estudante de Teologia daquela turma, nos lembrou que, embora nosso conhecimento técnico-científico tenha crescido enormemente, há pessoas com essa capacitação que preferem, e de fato, fazem, uma leitura literal e fundamentalista de textos como este. Pessoas, ele exemplificou, que apesar do elevado grau de instrução e pertencentes à classe média alta se contentam em "usar" a Bíblia literalmente, isentando-se de qualquer compromisso social. E há pastores e padres que, em muitas igrejas, fazem esta leitura imediatista e fundamentalista, usando a música no lugar da reflexão para se promoverem, fazendo da comunidade cristã mais um degrau para a própria ascensão social, chegando, em alguns casos, a um escancarado narcisismo.

E Gian Carlos perguntava: Como trabalhar a consciência crítica destas pessoas?

Ocorreu-me o que dissera na entrevista deste mês para o Biblioblogs.com, onde fui buscar um trecho que exemplifica tal atitude:
Vejo que, na leitura da Bíblia aqui no Brasil, há duas tendências: uma, que faz da leitura bíblica um instrumento para incentivar a organização popular e a consciência crítica, mas não pára na Bíblia e sim desemboca na vida; outra que produz uma reificação da Bíblia, conduzindo a uma espécie de “sionismo cristão”, tendo como meta a Igreja, na reestruturação de uma neocristandade...

E minha sugestão é que a leitura continue até a resposta à pergunta seguinte, onde abordo a questão do populismo!

sexta-feira, 22 de setembro de 2006

Jesus and Archaeology, obra recentemente publicada, merece atenção

Dezenas de arqueólogos e biblistas reunidos em Jerusalém se perguntam: Como as novas descobertas arqueológicas podem contribuir para explicar o mundo, a vida e o pensamento de Jesus de Nazaré?

Desta discussão nasceu o livro Jesus e a Arqueologia, organizado por James H. Charlesworth, e publicado pela editora Eerdmans, que parece digno de atenção. Embora eu ainda não conheça a obra, os autores são respeitados especialistas na área.

CHARLESWORTH, James H. (ed.) Jesus and Archaeology. Grand Rapids, MI: Eerdmans, 2006, 739 p.

Diz a sinopse da editora:
Archaeology still has many things to reveal about the life and world of Jesus of Nazareth. To touch a two-thousand-year-old pot held by a Jew who lived in a small village frequented by Jesus can bring us closer to understanding those who were touched by Jesus. Jesus and Archaeology contains the revised and edited lectures that leading archaeologists and biblical scholars presented at a gathering in Jerusalem to celebrate the new millennium. Many contributors came directly from their excavations in places like Bethsaida, Capernaum, Nazareth, and Jerusalem to share their discoveries and insights, focusing on the question In what ways do new archaeological discoveries clarify the world, life, and thought of Jesus from Nazareth? Readers of Jesus and Archaeology will gain many new insights into the life and times of this fascinating Galilean Jew.

Leia um trecho do livro na Amazon.com, clicando em Inside this Book > Excerpt


Sumário

Preface - James H. Charlesworth

Introduction: What Is Biblical Archaeology? - Avraham Biran


Studies in Archaeology

Jesus Research and Archaeology: A New Perspective - James H. Charlesworth

Archaeology and the Historical Jesus - Sean Freyne

Recovering Jesus' Mamzerut - Bruce Chilton

Did Antipas Build the Sepphoris Theater? - Richard A. Batey

Khirbet Qana (and Other Villages) as a Context for Jesus - Peter Richardson

Bethsaida - Rami Arav

Mount Tabor - Frédéric Manns

Jesus the Exorcist in Light of Epigraphic Sources - Esther Eshel

Reflections on Jesus' Eschatology in Light of Qumran - Henry W. M. Rietz

Did Jesus Attend the Synagogue? - James D. G. Dunn

Synagogues and Spirituality: The Case of Beth Alfa - Benedict Thomas Viviano

The Theodotos Synagogue Inscription and the Problem of First-Century Synagogue Buildings - John S. Kloppenborg

Jesus and the Theater in Jerusalem - Achim Lichtenberger

Jesus and the Herodian Temple Mount - Dan Bahat

Mount Zion, Jesus, and Archaeology - Bargil Pixner

Excavating Caiaphas, Pilate, and Simon of Cyrene: Assessing the Literary and Archaeological Evidence - Craig A. Evans

"Stone House," Birah, and Antonia during the Time of Jesus - Daniel R. Schwartz

Miracles, Maleficium, and Maiestas in the Trial of Jesus - John W. Welch

Ramat Hanadiv and Ein Gedi: Property versus Poverty in Judea before 70 - Yizhar Hirschfeld

Between Jerusalem and the Galilee: Samaria in the Time of Jesus - Jürgen Zangenberg

The Sanctuaries of the Baptism on the East Bank of the Jordan River - Michele Piccirillo

The Cemeteries of Qumran and Celibacy: Confusion Laid to Rest? - Joseph E. Zias

Essene Community Houses and Jesus' Early Community - Brian J. Capper

Judas and Jesus: A Message on a Drinking Vessel of the Second Temple Period - William Klassen



Archaeology and Theology

Archaeology and John's Gospel - Urban C. von Wahlde

Aspects of Historicity in the Gospel of John: Implications for Investigations of Jesus and Archaeology - Paul N. Anderson

Bultmann, Archaeology, and the Historical Jesus - John Painter

Jesus and Resurrection Faith in Light of Jewish Texts - Emile Puech

Archaeology and Early Christology - John Reumann

The Christian Apocrypha and Archaeology - J. K. Elliott

Conclusion: The Historical Jesus and Biblical Archaeology: Reflections on New Methodologies and Perspectives - James H. Charlesworth

Glossary - Jacob Cherian

Selected Bibliography - Jonathan E. Soyars


O Brasil vai reeleger Lula, diz o presidente do Inter-American Dialogue

Brasilianista não vê abalo na imagem externa de Lula

Bruno Garcez, da BBC Brasil, em Washington - 22/09/2006 - 16h28
"Lula será reeleito. E o povo do Brasil o julgou. Eles não apenas irão votar nele, irão elegê-lo novamente com uma diferença de 20% sobre o rival. Alckmin tem 0% de chance" (...) É essa a opinião de Peter Hakim, um especialista em política brasileira e presidente do Inter-American Dialogue - célebre instituto americano de análise política dedicado ao continente americano. Hakim disse à BBC Brasil que "fora do Brasil, ninguém está prestando atenção" à acusação de que assessores do PT tentaram comprar por R$ 2 milhões um documento contendo acusações contra políticos do PSDB (cont.)

Usa o BibleWorks? Veja os mais recentes textos e módulos criados para o programa

Se você usa o BibleWorks, visite o blog BibleWorks e leia o post de jdarlack de hoje com o título

quinta-feira, 21 de setembro de 2006

O livro de Isaías representa a pregação de um único profeta ou será uma coletânea de ditos proféticos de várias épocas?

Como pode ser lido em meu Livro de Visitas, com data de 20 de setembro de 2006, há pessoas que discordam das conclusões acadêmicas predominantes sobre o livro do profeta Isaías. No caso em questão, a pessoa que me honra com sua visita à Ayrton's Biblical Page escreve: "...Gostaria de manifestar minha discordância sobre o seu ponto de vista em relação à redação do livro de Isaías, como coletânea de ditos proféticos de várias épocas..." (José Maurício P. Nepomuceno - 20/09/2006). Lembro que o Livro de Visitas é público, podendo ser acessado por todos os interessados a partir da página inicial do site e, após arquivamento das mensagens, através do link "mensagens arquivadas", presente na mesma página.

Antes de prosseguir, quero, contudo, deixar claro que não pretendo convencer ninguém, muito menos meu visitante, pois, freqüentemente, esta ou aquela argumentação pode estar fundada em crença. E crença eu não discuto, respeito. Meu empenho é acadêmico, segundo uma assentada tradição de vários séculos. O que gostaria de apresentar é apenas uma pequena amostra do que se estuda na academia, meio no qual estou desde a década de 70 do século passado.

Um ponto que quase sempre leva a muita polêmica e pouca ciência é a divergência hermenêutica em questões bíblicas. Por isso, esclareço minha posição, que pode ser eventualmente verificada em três fontes:
DA SILVA, A. J. A Voz Necessária: encontro com os profetas do século VIII a.C. São Paulo: Paulus, 1998.
PONTIFÍCIA COMISSÃO BÍBLICA. A Interpretação da Bíblia na Igreja. 8. ed. São Paulo: Paulinas, 2009. O texto está disponível online, também em português, no site do Vaticano.

SCHÖKEL, L. A. A Palavra Inspirada: a Bíblia à luz da ciência da linguagem. São Paulo: Loyola, 1992.

Mas, sobre o livro de Isaías vejamos:
  • Autores como Moisés ben Samuel e Ibn Gekatilla, no século XI d.C., ou o seu continuador, Ibn Ezra, no século XII, já atribuíam a primeira parte (Is 1-39) ao profeta Isaías e a segunda (Is 40-66) à época pós-exílica. Hoje sabemos que: Isaías: 740-701 a.C. e exílio babilônico: 587/6- 539/8 a.C.)
  • Na pesquisa do livro de Isaías há duas datas-chave: 1788, quando Döderlein começa a falar do Dêutero-Isaías, profeta anônimo dos tempos do exílio, ao qual atribui os capítulos 40-66, e 1892, ano em que B. Duhm publica o seu comentário a Isaías, e rompe a suposta unidade dos capítulos 40-66, atribuindo-os a dois autores diferentes: 40-55 ao Dêutero-Isaías e 56-66 ao Trito-Isaías. A partir de então é comum dividir o livro de Isaías em três grandes blocos: Proto-Isaías ou Isaías I (1-39), Dêutero-Isaías ou Isaías II (40-55) e Trito-Isaías (56-66). O livro de Bernhard Duhm, em alemão, chama-se "Das Buch Jesaja" e a edição que conheço é a de 1968, publicada em Göttingen, pela editora Vandenhoeck & Ruprecht.
  • Não se pense, porém, que exista unanimidade nestas questões. Sobretudo, ainda continua existindo um grupo de nostálgicos que atribui todo o livro ao Isaías do século VIII. A lista destes autores é mais abundante do que se poderia imaginar, mas, só no século XX podemos citar aqui Margoliouth, G. L. Robinson, Lias, Ridderbos, Kaminka, Wordsworth, Kissane, Allis, Young, Slitki, R. K. Harrison, Gozzo, Mariani, Vaccari, Möller, Baron, Spadafora. Recorrem a vários argumentos, mas o que mais desagrada a este grupo é o fato de que se negue o elemento preditivo na profecia. Apesar disto, os nostálgicos perderam a batalha. Seus argumentos não convencem.

Para uma leitura sensata do livro de Isaías, recomendo um especialista muito respeitado, com obra traduzida em português, que é o Luis Alonso Schökel. Veja: SCHÖKEL, L. A.; SICRE DIAZ, J. L. Profetas I: Isaías. Jeremias. 2. ed. São Paulo: Paulus, 2004.

Lembro aos interessados que a tese de doutorado de Luis Alonso Schökel (1920-1998) é sobre Isaías: Estudios de poética hebrea. Barcelona: Juan Flores, 1963, 560 p.

Veja dele, ainda: A Bíblia do Peregrino, lançada na Espanha em 1996 e publicada no Brasil em 2002. As notas de rodapé são muito interessantes.

Para publicações recentes e de ponta sobre Isaías, recomendo uma busca nas editoras citadas e comentadas em minha página aqui.


Especialmente Augsburg Fortress (Augsburg Fortress, a Casa Publicadora da Igreja Evangélica Luterana da América, nasceu em 1988 da fusão da Fortress Press de Filadélfia e da Augsburg Publishing House de Minneapolis); Brill Academic Publishers (a Editora Brill, de Leiden, Países Baixos, foi fundada em 1683. É uma conceituada editora acadêmica e sua relação com a Universidade de Leiden, fundada em 1575, o confirma): Eisenbrauns (de Indiana, USA); Westminster John Knox Press (a Editora Westminster John Knox, de Louisville, Kentucky, USA, é uma divisão da Presbyterian Publishing Corporation).

Uma bibliografia comentada sobre profetas e profetismo pode ser vista aqui.

E, finalmente, leia também, em minha página: Perguntas mais frequentes sobre o profeta Isaías, com bibliografia, no final, para quem desejar saber mais.

Sete perguntas instigantes sobre a farsa do dossiê

Crônica de um golpe anunciado

quarta-feira, 20 de setembro de 2006

Mais uma vez o Javista se despede do Pentateuco. Mas para onde ele estaria indo?

A SBL, na sua coleção SBL Symposium Series, publicou, recentemente, mais um estudo sobre o Pentateuco:


DOZEMAN, Thomas B; SCHMID, Konrad. (eds.) A Farewell to the Yahwist? The Composition of the Pentateuch in Recent European Interpretation. Atlanta: Society of Biblical Literature, 2006, viii + 198 p.


Ou seja: Um adeus para o Javista? A composição do Pentateuco na interpretação européia recente.


Para quem vem acompanhando o debate sobre Pentateuco e, especialmente, o caso do Javista, vale a pena conferir primeiro o que escrevi no dia 5 de agosto passado no Observatório Bíblico com o título O que aconteceu com o Javista na atual pesquisa do Pentateuco? Ele desapareceu e levou consigo a Hipótese Documentária, explica Rolf Rendtorff, e no dia 24 de agosto com o título O que aconteceu com o Javista na atual pesquisa do Pentateuco? Van Seters responde a Rolf Rendtorff.

Neste volume temos valiosas contribuições de alguns dos maiores nomes da pesquisa na área de Pentateuco. Eis o sumário:

Introduction: Thomas B. Dozeman and Konrad Schmid

Part 1: Main Papers
  • Thomas Christian Römer: The Elusive Yahwist: A Short History of Research
  • Konrad Schmid: The So-Called Yahwist and the Literary Gap between Genesis and Exodus
  • Albert de Pury: The Jacob Story and the Beginning of the Formation of the Pentateuch
  • Jan Christian Gertz: The Transition between the Books of Genesis and Exodus
  • Erhard Blum: The Literary Connection between the Books of Genesis and Exodus and the End of the Book of Joshua
  • Thomas B. Dozeman: The Commission of Moses and the Book of Genesis

Part 2: Responses
  • Christoph Levin: The Yahwist and the Redactional Link between Genesis and Exodus
  • John Van Seters: The Report of the Yahwist’s Demise Has Been Greatly Exaggerated!
  • David M. Carr: What Is Required to Identify Pre-Priestly Narrative Connections between Genesis and Exodus? Some General Reflections and Specific Cases

A sinopse da editora diz o seguinte:
Since the “assured results” of scholarship are rarely certain, it should come as no surprise that the classical formulation of the Documentary Hypothesis has yet again been called into question. However, many North American scholars are unfamiliar with the work of a new generation of European scholars who are advancing an alternate view of the compositional history of the Pentateuch. A growing consensus in Europe argues that the larger blocks of pentateuchal tradition, especially the stories of the patriarchs and Moses, were not redactionally linked before the Priestly Code, as the J hypothesis suggests, but existed side by side as two independent, rival myths of Israel’s origins. This volume makes available both the most recent European scholarship on the Pentateuch and its critical discussion, providing a helpful resource and fostering further dialogue between North American and European interpreters.


Lembrando, finalmente, que Thomas B. Dozeman é Professor de Bíblia Hebraica no United Theological Seminary, em Dayton, Ohio, USA, enquanto Konrad Schmid é Professor de Antigo Testamento na Universidade de Zurique, Suiça. E que uma versão desta obra, em capa dura (hardback), foi publicada pela Editora Brill.

A obra foi acrescentada à minha bibliografia selecionada, na Ayrton's Biblical Page, na página dedicada ao Pentateuco. O livro pode ser encontrado em muitas livrarias online, inclusive na Amazon.com.

terça-feira, 19 de setembro de 2006

Se nao quisermos globalizar a guerra, é preciso globalizar a justiça

A frase do título faz parte do discurso de Lula na sessão inaugural na 61a Assembléia Geral da ONU, em Nova York, aberta hoje.

Leia mais na BBC Brasil: 19/09/2006 - 15h22: Aplacar fome custa menos que guerra do Iraque, diz Lula

sábado, 16 de setembro de 2006

Mavi - Museu Aquemênida Virtual e Interativo

Musée achéménide virtuel et interactif - Mavi
Un vaste "Musée achéménide virtuel et interactif" (Mavi) de plus de 8.000 pièces, consacré au patrimoine de l'Empire Perse de Cyrus à Alexandre le Grand, est désormais consultable sur internet à l'initiative d'un professeur du Collège de France, Pierre Briant. Il s'agit d'un "outil qui n'existe sous aucune autre forme", destiné au grand public comme aux scientifiques, a souligné Pierre Briant en présentant son oeuvre. "On a constitué un répertoire qui n'existe nulle part", a-t-il ajouté. Il a rassemblé dans son musée virtuel objets, sceaux, pièces de monnaie, iconographie, reproductions d'ouvrages, palais..."relevant d'un espace-temps historique, le Moyen-Orient de l'Indus à la Méditerranée sous la domination des Perses achéménides, de 550 à 330 avant J.C." Les photos sont complétées par plus de 32.000 notices explicatives. Les oeuvres présentées - "qui n'ont jamais été rassemblées auparavant et ne l'auraient jamais été" sans ce projet, a souligné le Pr Briant - roviennent de la plupart des grands musées du monde - Louvre, British Museum, Oriental Institute de Chicago, Musée archéologique de Téhéran...


Notícia encaminhada à lista de discussão ANE-2 por Chuck Jones em 15 de setembro de 2006. O site do Mavi pode ser acessado em francês e inglês.

sexta-feira, 15 de setembro de 2006

Blogger continua com problemas

Se você encontrar um blog meio estranho, sem todos os detalhes do modelo, com a página toda acinzentada... infelizmente é porque o Blogger ainda está com problemas! As coisas estão funcionando pela metade, por aqui.

Estão tentando corrigir, é o que dizem no Blogger Status.

Atualizando: por volta das 22h00 o funcionamento já estava normal.

Aproveito e recomendo: se algo no Blogger não estiver funcionando corretamente, o lugar para verificar o que está acontecendo é a página do Blogger Status.

Iraq may lose many of its Sumerian and Babylonian treasures for ever

Os problemas arqueológicos do Iraque continuam... Leia:

The Times: September 15, 2006

Fears for ancient treasures with Shia radical in charge


From Ned Parker in Baghdad
IRAQ’S archaeological riches face a dangerous new threat following the appointment of a minister from a radical Islamic party to run the department responsible for antiquities. Within months qualified staff have been purged from their posts, archaeologists have been threatened by gunmen and some of Mesopotamia’s ancient sites have been left open to looters. There are fears that Iraq may lose many of its Sumerian and Babylonian treasures for ever (cont.)

Leia sobre o assunto também no biblioblog PaleoJudaica, de Jim Davila: Bad News for Iraq's Antiquities.

quinta-feira, 14 de setembro de 2006

The Nerd Quiz

I am nerdier than 83% of all people. Are you nerdier? Click here to find out!

Dom Jose Mauro Pereira Bastos, bispo de Guaxupé, faleceu hoje em acidente de carro

Faleceu hoje, 14 de setembro, em acidente de carro, na estrada de Guaxupé a Belo Horizonte, perto de Carmópolis de Minas, MG, Dom José Mauro Pereira Bastos, bispo de Guaxupé, MG. Dom José assumiu a Diocese de Guaxupé recentemente, em 18 de junho, vindo de Janaúba, MG. Leia a notícia na página da CNBB.

No grave acidente, que envolveu carros e caminhões na BR-381, segundo agências de notícias, teriam morrido quatro pessoas, enquanto outras estariam internadas em estado grave. Dom José, de 51 anos de idade, morreu carbonizado.
No dia 17 de setembro completaria 6 anos de episcopado.

Dom José era Mestre em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana, Roma.

Leia Mais:
A Diocese de Guaxupé sofre e agradece a solidariedade
Acidente de carro mata bispo e outras três pessoas em MG
Em memória de Dom José Mauro - CPT Minas Gerais

Pesquisa sobre a blogosfera brasileira

Folha Online - Deutsche Welle: 13/09/2006 - 19h22

Blogosfera em português é maior que a em alemão

da Deutsche Welle, na Alemanha

Estatísticas sobre uso de internet na Alemanha sugerem uma situação muito melhor que a do Brasil, onde atinge apenas 14% da população. Mesmo assim, quando o assunto é weblog, o desempenho dos brasileiros surpreende. Algum tempo atrás, se alguém se perguntasse o que é um weblog, a resposta seria fácil: trata-se... (cont.)

Leia Mais:
Pesquisa Verbeat Blogosfera Brasil

quarta-feira, 13 de setembro de 2006

Para quem nunca parou para pensar em nosso tamanhinho

Muita gente acha que é o centro do mundo, que é o maior, que tudo gira em torno dele - ou que deveria girar -, que isso, que aquilo, que etc etc.

Nunca viu gente assim? Ah, mas que há, isso há! Como se diz na língua dos "hermanos": Yo no creo en brujas pero que las hay... las hay.

Nada como uma visita a The Size Of Our World para um "prepotente" dar de cara com sua real dimensão espacial.

Se nos destruíssemos todos de uma só vez, nossa ausência seria percebida?

Juntando os bilhões de seres que vivem atualmente no terceiro planeta do sistema solar, não chegamos nem mesmo a um pixel nesta enorme tela espacial!

Os nomes de Deus na Biblia

Se você quiser ler algo interessante sobre as várias formas como Deus é designado na Bíblia Hebraica, leia o post The Name Game no biblioblog Asphaleia, de Marv.

Obs.: os links não funcionam, pois o blog não existe mais... [21.03.2008 - 11h12]

Semana Teológica de 2006 na PUC-Campinas debaterá o tema Teologia e Mundo Urbano

O Diretório Acadêmico João XXIII, da Faculdade de Teologia e Ciências Religiosas da PUC-Campinas, está nos convidando para a XXIV Semana de Estudos de Teologia, a ser realizada de 25 a 29 de setembro de 2006, com o tema Teologia e Mundo Urbano: a experiência do sagrado em meio à violência.

Explicam os responsáveis pela Semana que, em um mundo globalizado e organizado majoritariamente em grandes centros urbanos, nos quais a violência e a busca do sagrado caminham lado a lado, a Semana de Estudos de Teologia pretende fazer apontamentos a partir dos instrumentos oferecidos pelas Ciências Humanas e apresentar propostas, tendo como foco a relação da Igreja com o mundo urbano em vários períodos da História.

Local: PUC-Campinas - Campus I - Rod. D. Pedro I, Km 136 - Parque das Universidades - Campinas - SP
Auditório Dom Gilberto (tel.: 0**19 3756-7367)

Programação:
Dia 25 de setembro - segunda-feira
19:30-22:00
Conferência: O mundo urbano e a questão da violência
Conferencistas: Profa. Dra. Brenda Maribel C. Dávila e Prof. Dr. Pe. Luiz Roberto Benedetti
Interlocutor: Prof. Lindolfo Alexandre de Souza

Dia 26 de setembro - terça-feira
19:30-22:00
Conferência: A cidade como lugar do encantamento: a questão do sagrado no mundo urbano
Conferencista: Prof. Dr. Pedro de Assis Ribeiro de Oliveira
Interlocutor: Prof. Dr. Pe. Benedito Ferraro

Dia 27 de setembro - quarta-feira
19:30-22:00
Conferência: O desafio dos primeiros cristãos na sociedade urbana
Conferencista: Prof. Ms. Domingos Zamagna
Interlocutor: Prof. Ms. Dom Mauro de Souza Fernandes

Dia 28 de setembro - quinta-feira

19:30-22:00
Conferência: Uma leitura do Apocalipse num contexto urbano
Conferencista: Prof. Dr. Cássio Murilo Dias da Silva
Interlocutor: Prof. Ms. Pe. Elisiário Cesar Cabral

Dia 29 de setembro - sexta-feira
19:30-22:00
Conferência: Os desafios da Igreja atual inserida no mundo urbano
Conferencistas: Prof. Dr. Reinold Johann Blank e Profa. Dra. Christiane E. Blank
Interlocutor: Prof. Dr. Côn. Pedro Carlos Cipolini

No dia 28 de setembro Cássio Murilo Dias da Silva estará fazendo o lançamento de seu mais recente livro, sobre o qual se pode ler aqui.

domingo, 10 de setembro de 2006

O mundo perdeu a confiança nos USA a partir do momento em que aplicaram o conceito de guerra preventiva

Folha Online: 10/09/2006 - 09h51

Sérgio Dávila, da Folha de S. Paulo, em Washington


Cinco anos depois, EUA estão mais fracos e sós

Só para quem tem "memória curta":
Acredito que a 'guerra preventiva' é uma forma de crime contra a humanidade. Ela não será a primeira batalha de uma 3ª Guerra Mundial, mas o primeiro passo para uma espécie de guerra civil globalizada (...) É uma ameaça verdadeira contra a humanidade, diz Paul Virilio, 70, urbanista e filósofo francês, em entrevista à Folha Online de 06/04/2003 - 10h55.

sábado, 9 de setembro de 2006

E os Estudos Bíblicos na Alemanha? Como vão?

Leia o artigo de Heike Omerzu, da Universidade de Mainz, no site do SBL Forum.

A German Landscape: Currents and Credits of Biblical Studies in Germany during the Past Decades

Fontes Gregas em formato Unicode

Greek Font Society está disponibilizando Fontes Unicode para o grego. Visite o site e faça o download. É gratuito.

The Diachronic Corpus of Sumerian Literature

The Diachronic Corpus of Sumerian Literature
The Diachronic Corpus of Sumerian Literature (DCSL) project is about to establish a web-based corpus of Sumerian literature spanning the entire history of Mesopotamian civilization, over a range of 2500 years. It will make this corpus accessible and searchable on the model now provided by the Electronic Text Corpus of Sumerian Literature (ETCSL). The main research aim of the project is to analyse the corpus in terms of change from the point of view of intellectual history of the region. The project recently has received a pump-priming grant from the John Fell OUP Research Fund to start work on a catalogue of Sumerian literary compositions and to edit and publish an initial body of material online. The project is in process of applying for further funding from bodies within and outside the UK. The project is headed by Marc Van De Mieroop, Professor of Assyriology, and is located in the Oriental Institute, Faculty of Oriental Studies, University of Oxford. The primary researchers affiliated with the project are Graham Cunningham and Jarle Ebeling.


Na página do DCSL você verá que o projeto está em fase de implementação, ou seja, a literatura suméria ainda vai chegar ao site... Mas fique de olho. Agradeço a Charles Halton do biblioblog Awilum.com pela dica.

sexta-feira, 8 de setembro de 2006

Bispo de Patos de Minas presta tributo a Dom Luciano

Recomendo, especialmente aos meus alunos, a leitura de um artigo de Dom João Bosco Óliver de Faria, Bispo Diocesano de Patos de Minas, publicado no site da CNBB. É uma homenagem a Dom Luciano Mendes de Almeida. É uma reflexão. Que nos emociona. E que nos faz pensar.

Leiam, na página da CNBB, no dia 7 de setembro de 2006: Um dos legados de Dom Luciano.

Apocalypse now ou daqui a pouco?

Folha Online: 08/09/2006 - 17h17

Civilização surgiu após mudanças climáticas ocorridas há mais de 4 mil anos

Da France Presse, em Londres

As civilizações humanas nasceram em decorrência de grandes mudanças climáticas ocorridas entre 4 mil e 6 mil anos atrás, afirmou um pesquisador britânico especializado em meio ambiente. "A civilização não apareceu como resultado de um ambiente favorável", afirmou Nick Brooks durante o Festival da Ciência de Norwich (leste da Inglaterra)...


Bem, quanto à desertificação do Saara, que era tão fértil quanto uma Amazônia, eu já sabia. O vale do Nilo, antes totalmente inabitável, porque pantanoso, tornou-se o habitat de populações que fugiram da tal desertificação. Mas, a que preço? Quantas vidas humanas isto custou? Quem sobreviveu?

Leia a notícia completa e sorria, pois isto nos dá alguma esperança de sobrevivência face ao apocalipse que estamos criando com a destruição do planeta! Em minha cidade, eu ponho o nariz lá fora e sinto o cheiro da fumaça das dezenas de queimadas diárias da cana. E me retraio depressa, porque a fuligem está caindo em minha cabeça! Os pulmões dos seres vivos desta região devem estar cheios de picumã... Lembra-se da picumã das velhas chaminés?


Assim, muitas dúvidas permanecem. Podemos sobreviver, mas a que preço? Quem vai sobreviver? Imaginação de ficção científica? Dez anos atrás, era. Agora, não mais.


Leia Mais:
Especial - Ambiente

Google News Archive Search - Pesquisa em Arquivos de Jornais do Google

Google estréia busca por documentos históricos
"O Google disponibilizou um novo serviço que permite a seus usuários realizar buscas por documentos histórios e notícias publicadas em edições antigas de jornais e revistas. A base de dados do Google tem publicações de até 200 anos" (Info Online: 06 de setembro de 2006 - 09h13).

Google vai disponibilizar 200 anos de jornais na web
"A empresa de Internet Google vai lançar um serviço de busca em arquivos de jornais, alguns com registros de notícias publicadas nos últimos 200 anos. Ao consultar o novo Google News Archive Search (Pesquisa em Arquivos de Jornais do Google, em inglês), o internauta terá acesso a notícias tanto de jornais online gratuitos quanto a arquivos pagos" (BBC Brasil: 07/09/2006 - 14h25).

quinta-feira, 7 de setembro de 2006

The True Bible Code

FBI investiga código secreto em Bíblia de mafioso
"Autoridades da Itália entregaram ao FBI, polícia federal americana, uma Bíblia que pertencia a Bernardo Provenzano, suspeito de liderar a máfia siciliana. Os americanos acreditam que ele escrevia códigos secretos no livro".

É o que diz a BBC Brasil em 07 de setembro de 2006, às 20h06 GMT. Leia a reportagem completa! É bom ficar informado, pois se a história for verdadeira, e se a moda pega, acho que o apego à Bíblia no Brasil será algo que desafiará até a mais ousada imaginação...

FBI probes 'Mafia Bible' for code
"Italian officials have handed to the FBI a Bible that belonged to suspected Mafia kingpin Bernardo Provenzano to see whether it contains a secret code" (BBC News: 7 September 2006).

Paula Fredriksen fala sobre Paulo

Paul and Paula: este o nome que Vision deu à entrevista que fez com Paula Fredriksen, William Goodwin Aurelio Professor of the Appreciation of Scripture at Boston University, sobre Paulo.

Mark Goodacre recomenda a entrevista para estudantes que estão começando a estudar Paulo.

quarta-feira, 6 de setembro de 2006

Colocando a si mesmo acima da lei, Bush admite prisões secretas da CIA

Num claro descaso pelas convenções internacionais e colocando a si mesmo acima da lei, o presidente dos EUA admite pela 1ª vez que seu governo mantém prisões secretas e captura suspeitos de terror em outros países.

Leia na Folha Online: 06/09/2006 - 15h42: Bush admite prisões secretas da CIA e capturas fora dos EUA

Leia na BBC Brasil: 06 de setembro, 2006 - 19h53 GMT: Bush admite pela 1ª vez prisões da CIA fora dos EUA

Leia na BBC News: Wednesday, 6 September 2006, 19:21 GMT: Bush admits to CIA secret prisons

E os estudos de Teologia e de Bíblia nos Estados Unidos? Como vão?

Se você estiver interessado em ver como andam os estudos de Teologia e de Bíblia nos Estados Unidos da América, vale a pena ler uns três textos que foram publicados recentemente.

Mais do que uma avaliação objetiva ou um levantamento científico de propostas e resultados, o que mais me chamou a atenção foram as tendências dos teólogos e biblistas envolvidos na discussão e as pistas que vão deixando pelo caminho (das palavras). Pistas que um leitor atento pode rastrear. Falam, embora de modo bastante aleatório, de cursos de vários tipos, de universidades públicas a seminários de várias denominações, inclusive de alguns cursos e tendências católicas.


Leia na seguinte ordem:

First Things: On the Square (August 30 2006) - R. R. Reno, Professor de Teologia na Creighton University, Omaha, Nebraska.

Duke the best place to study theology? - Mark Goodacre, Professor de Novo Testamento no Departamento de Religião da Universidade Duke, Carolina do Norte.

Decline in Intellectual Seminaries - Kevin A. Wilson, Professor de Estudos Bíblicos no Lithuania Christian College em Klaipeda, Lituânia.

Por enquanto, é o que vi. Se o debate prosseguir e se ampliar, atualizarei o post.

Entretanto, explico: a discussão foi motivada pela publicação de uma lista com o ranking das melhores Universidades norte-americanas para se estudar em 2007, na qual os estudos teológicos não são contemplados. Daí, R. R. Reno, de tendência conservadora, quis complementá-la sob este aspecto, em um artigo, suscitando comentários de Mark Goodacre e de Kevin A. Wilson em seus biblioblogs.

Fique esperto com os splogs

Folha Online: 06/09/2006 - 09h49

Publicidade se disfarça de blog para atrair internauta
A nova maldição da internet são os spam blogs, diários virtuais que estampam quase que exclusivamente anúncios e atraem visitantes usando táticas que enganam serviços de busca como Google e Yahoo! O objetivo dos criadores dos splogs, como são chamados esses sites, é fazer com que os internautas inadvertidos cliquem na publicidade ali mostrada. Os cliques que podem levar a lojas virtuais são a fonte de renda dos splogueiros. Para atrair o público, as páginas do splogs são publicadas com palavras muito pesquisadas - dessa forma, enganam os programas de busca e têm chance de aparecer no alto das listas de resultados. De acordo com Tinn Finn, pesquisador da Universidade de Maryland em entrevista à revista "Wired" de setembro, 56% dos blogs de língua inglesa são, hoje, splogs.


Splog Reporter
The simplest definition for splog is as follows: SPAM + BLOG = SPLOG. This site was created for "good willed" bloggers to report splog in an effort to help to clean up the blogosphere of splog.


Fight Splog
What is Splog? "Splog" is short for Spam Blog. Spam blogs are blogs that don't provide any real content for users. They exist solely to game the search engines. These splogs may exist just to have links to other websites or, they may have ads on the blog itself. The content on splogs are auto-generated, either from some other source or a list of useless keywords.

Observatorio Biblico chega ao post de número 500

Este é meu qüingentésimo post! Qüingentésimo, do latim quingentes... Que "palavrão"! Falando claro: este é o post de número 500 do Observatório Bíblico, que faz aniversário amanhã, pois foi criado no dia 07/12/2005.

Quero, entretanto, nesta ocasião, prestar meu tributo a um bem mais ilustre aniversariante, grande especialista em estudos bíblicos, o Professor dinamarquês Niels Peter Lemche.

Parabéns e muito sucesso em suas pesquisas, que nos iluminam muito!

Veja aqui e aqui quem é Niels Peter Lemche, o que ele escreveu e o que ele pensa.

George Mendenhall fala sobre as origens de Israel

George Mendenhall falou a OpEdNews sobre as origens de Israel. Leia primeiro aqui, para ficar ciente de quem é George Mendenhall - caso você ainda não o conheça - e depois leia a primeira parte da entrevista feita por Burton H. Wolfe sob o título The Common Origin of and Split Between Arabs and Jews - Part One of an Interview with Professor George E. Mendenhall.

terça-feira, 5 de setembro de 2006

Traumatizados pelos resultados da mais recente pesquisa presidencial...

...Bateu um desespero nas cercanias do comitê de Alckmin. Entre quatro paredes, há um intenso esvoaçar de panos. Difícil encontrar alguém que ainda não tenha jogado a toalha. Em diálogos privados, longe de gravadores e blocos de anotação, o timbre é de velório....

...Mesmo depois de injetar em seu programa televisivo doses calculadas de ataques a Lula, Alckmin manteve-se inerte. Tinha 27% das intenções de voto há uma semana. Hoje, ostenta os mesmos 27%. Como se fosse pouco, Lula, seu principal rival, vende saúde. O presidente oscilou para cima – foi de 50% para 51%...

É o que diz o blog de Josias de Souza, no post Alckmin vai à UTI e respira com ajuda de aparelhos, escrito em 05/09/2006, às 20h30.

sábado, 2 de setembro de 2006

E o biblioblogueiro de setembro de 2006 é...

Meus visitantes poderão, se for de seu gosto, dedicar-se a uma tarefa extra: ler minha entrevista, pois fui escolhido como o biblioblogueiro do mês de setembro de 2006 do Biblioblogs.com.[site desativado] 

Jim West e Brandon Wason, os idealizadores e mantenedores do Biblioblogs.com, dizem, na apresentação, que estão experimentando algo diferente, por isso minha entrevista foi publicada em português mesmo - embora eles a tenham recebido também em inglês: "Airton is this month’s featured blogger. We are trying something new, and Airton’s portion of the interview is actually in Portuguese".

Fico feliz por ser o primeiro biblista brasileiro a fazer parte deste time. Sou o décimo segundo blogueiro do mês. A lista completa está em Biblioblogs.com, em inglês, mas faço questão de colocá-la aqui em português, com algumas informações sobre os entrevistados, que espero estejam corretas:


Outubro de 2005: Stephen Carlson, autor do Hypotyposeis ("esboços", em grego). Norte-americano, advogado de profissão, com excelente desempenho na área de estudos do Novo Testamento. Começou seu biblioblog em outubro de 2003.


Novembro de 2005: Michael F. Bird, autor do Euangelion. Nascido na Alemanha, é Professor de Novo Testamento no Highland Theological College in Dingwall, Escócia. Começou seu biblioblog em junho de 2005.

Dezembro de 2005: Mark Goodacre, autor do NT Gateway Weblog. De nacionalidade inglesa, é Professor de Novo Testamento no Departamento de Religião da Universidade Duke, Carolina do Norte, USA. Começou seu biblioblog exatamente em 2 de setembro de 2003. Três anos: Feliz Aniversário! Happy blogiversary!

Janeiro de 2006: James R. Davila, autor do PaleoJudaica.com. Professor de Judaísmo Antigo na Universidade de St. Andrews, Escócia. Começou seu biblioblog em março de 2003. Prefere ser chamado de Jim Davila.

Fevereiro de 2006: Chris Tilling, autor do Chrisendom. Nascido na África do Sul, de pais ingleses, criado em Londres, está atualmente em Tübingen, Alemanha, onde faz sua tese de doutorado na área de estudos paulinos. Começou seu biblioblog em julho de 2005. Faz questão de sublinhar que é um inglês legítimo!

Março de 2006: Christopher Heard, autor do Higgaion. Professor de Religião na Pepperdine University em Malibu, California, USA. Começou seu biblioblog em julho de 2006 (certamente bem antes, pois este é o novo Higgaion)

Abril de 2006: Lesa Bellevie, autora de The Magdalene Review [Obs.: blog descontinuado]. De nacionalidade norte-americana, é profissional da área de Engenharia de Software e se define como uma historiadora amadora. Começou seu biblioblog em novembro de 2005.

Maio de 2006: Tyler F. Williams, autor do Codex: Biblical Studies Blogspot. De nacionalidade canadense, é Professor de Antigo Testamento no Taylor University College, Edmonton, Alberta, Canadá. Começou seu biblioblog em abril de 2005.

Junho de 2006: Aren Maeir, autor do The Official (and Unofficial) Weblog of the Tell es-Safi/Gath Excavations. Nascido nos USA, foi para Israel bem jovem, onde doutorou-se em arqueologia. Fez escavações em vários sítios bíblicos, como Hazor, Yoqnean, Qasile, Ophel, Beth Shean etc. Começou seu blog em janeiro de 2006, como inovador meio de relatar as escavações de Tell es-Safi/Gat.

Julho de 2006: Dave Black, autor do DaveBlackOnline. Nasceu em Honolulu e cresceu em Kailua na ilha de Oahu no Havaí. Professor de Novo Testamento e Grego no Southeastern Baptist Theological Seminary em Wake Forest, Carolina do Norte, USA. Começou seu biblioblog em novembro de 2003.

Agosto de 2006: Peter Head, membro do blog coletivo Evangelical Textual Criticism. Peter Head é Sir Kirby Laing Senior Lecturer de Novo Testamento em Cambridge/Tyndale House, Reino Unido. O biblioblog Evangelical Textual Criticism começou em outubro de 2005.

sexta-feira, 1 de setembro de 2006

Vinte e uma dicas sobre como melhorar a audiência de seu blog

O Bloggers Blog, no post SEOmoz Offers Twenty One Traffic Building Tips, diz: "There are so many sources for blog advice and tips these days that blogger newsbies will have plenty of resources to choose from. Another list of tips comes from the SEOmoz blog. The list includes a several interesting suggestions"

Veja as 21 dicas do blog SEOmoz sobre como melhorar a audiência de seu blog em 21 Tactics to Increase Blog Traffic. E não se esqueça de ler os muitos comentários que complementam ou rejeitam as sugestões.

Biblical Studies Carnival IX at Hypotyposeis

Biblical Studies Carnival IX, comentando os melhores posts de agosto de 2006, está em Hypotyposeis. Excelente trabalho feito por Stephen C. Carlson.

Às vezes a gente perde um post interessante, mas este levantamento dos melhores posts do mês nos ajuda a recuperar uma leitura que acrescenta. Não deixe sua visita para depois. Venha já!

VII Semana Cultural do CEARP debate a atual conjuntura política

O CEARP - Centro de Estudos da Arquidiocese de Ribeirão Preto - realizará nos dias 4 a 6 de setembro de 2006 a sua VII Semana Cultural. Este é um evento promovido pelo Diretório Acadêmico Dom Romeu Alberti, que congrega os alunos da Faculdade de Filosofia Dom Felício e da Faculdade de Teologia Dom Miele.

O tema da Semana será: Um Olhar Filosófico-Teológico sobre a Atual Conjuntura Política, com o lema Cristãos: Cidadãos do Mundo.

A Programação é a seguinte:
Dia 04/09:
08h00: Abertura
08h30: Palestra: Ética na Política, por Plínio de Arruda Sampaio

Dia 05/09:
08h00: Abertura
08h30: Palestra: Posicionamento Cristão na Política, por Mário José Filho

Dia 06/09:
08h00: Abertura
08h30: Ação Cultural: Apresentações artísticas sobre o tema

Todos os dias haverá oficinas para ressonância das conferências.

O local dos eventos: CEARP, situado na Av. Papa João XXIII, 300 - Brodowski, SP