sábado, 28 de janeiro de 2006

Padre italiano vai ter que provar na justiça que Jesus existiu: comédia em quantos atos?

O caso relatado aqui continua. Veja o texto de Assimina Vlahou, da BBC Brasil, em Roma.

Pela primeira vez em 2000 anos, a existência de Jesus Cristo, depois de ter provocado guerras, disputas teológicas e conflitos religiosos, pode acabar num tribunal internacional. É o que promete Luigi Cascioli, o homem que desafia um padre italiano a provar, na justiça, que Cristo [obs. minha: Jesus!] existiu de verdade. A primeira audiência do processo foi nesta sexta-feira, na Itália. "Primeira e última”, promete em entrevista à BBC Brasil o advogado do padre Enrico Righi, que está sendo acusado de "abuso da credulidade popular" e "substituição de pessoa". De acordo com o advogado Bruno Severino, o juiz dará uma resposta em poucos dias e pode arquivar o caso ou decidir que devem ser feitas outras investigações. "Imagine uma perícia sobre a existência de Jesus!", exclamou, incrédulo, o advogado. O acusador é Luigi Cascioli, ex-agrônomo, aposentado, que se define como "ateu militante" (continua)...

Leia Mais:
Cristo è esistito? La parola al giudice...
«Cristo non è esistito». Denuncia contro un sacerdote
I media di tutto il mondo in tribunale per seguire il processo Cascioli - Righi
Jesús ante la justicia
Luigi Cascioli - La Favola di Cristo

Nenhum comentário:

Postar um comentário