domingo, 1 de maio de 2016

Biblical Studies Carnival 122

Seleção de postagens dos biblioblogs em abril de 2016.

Biblioblog Carnival April 2016

Trabalho feito por Jeff Carter em seu blog That Jeff Carter was here.

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Crucifixão no mundo mediterrâneo

COOK, J. G. Crucifixion in the Mediterranean World. Tübingen: Mohr Siebeck, 2014, XXIV + 522 p. – ISBN 9783161531248.

Crucifixion in the Mediterranean World

John Granger Cook traces the use of the penalty by the Romans until its probable abolition by Constantine. Rabbinic and legal sources are not neglected. The material contributes to the understanding of the crucifixion of Jesus and has implications for the theologies of the cross in the New Testament. Images and photographs are included in this volume.

John Granger Cook argumentiert, dass man, um das Phänomen der Kreuzigung im römischen Reich zu verstehen, mit einer Untersuchung der Hinweise in lateinischen Texten und Inschriften beginnen und dies dann durch die Erkenntnisse ergänzen sollte, die man durch archäologische Funde erhält (das Arieti-Fresco eines Mannes auf einem Patibulum [waagrechter Holm], das Puteoli- und Palatine-Graffiti einer Kreuzigung, der Kreuzigungsnagel im Fersenbein von Jerusalem und das Pereire-Schmuckstück). Diese Hinweise klären die genaue Bedeutung solcher Begriffe wie Patibulum und Crux (senkrechter Holm und Kreuz), welche im Gegenzug die griechischen Begriffe und Texte, die Kreuzigungen schildern, erklären. Der Autor geht der Verwendung dieser römischen Strafform bis zu ihrer vermutlichen Abschaffung durch Konstantin nach. Rabbinische und juristische Quellen werden ebenfalls analysiert. Die Untersuchung trägt zum besseren Verständnis der Kreuzigung Jesu bei und hat Auswirkungen auf die Kreuzes-Theologien im Neuen Testament. Der Band enthält Abbildungen und Fotografien.



Leia Mais:
Como os romanos crucificavam uma pessoa?

terça-feira, 26 de abril de 2016

A estrela de Belém: uma abordagem interdisciplinar

BARTHEL, P. ; VAN KOOTEN, G. (eds.) The Star of Bethlehem and the Magi: Interdisciplinary Perspectives from Experts on the Ancient Near East, the Greco-roman World, and Modern Astronomy. Leiden: Brill, 2015, XXII + 695  p. - ISBN 9789004308480.

The Star of Bethlehem and the Magi

This book is the fruit of the first ever interdisciplinary international scientific conference on Matthew's story of the Star of Bethlehem and the Magi, held in 2014 at the University of Groningen, and attended by world-leading specialists in all relevant fields: modern astronomy, the ancient near-eastern and Greco-Roman worlds, the history of science, and religion. The scholarly discussions and the exchange of the interdisciplinary views proved to be immensely fruitful and resulted in the present book. Its twenty chapters describe the various aspects of The Star: the history of its interpretation, ancient near-eastern astronomy and astrology and the Magi, astrology in the Greco-Roman and the Jewish worlds, and the early Christian world at a generally accessible level. An epilogue summarizes the fact-fiction balance of the most famous star which has ever shone.


Peter Barthel (PhD 1984) is Professor of Astrophysics at the Kapteyn Institute of the University of Groningen, researching active galaxies and quasars in the near and distant universe with ground- and space-based telescopes.

George van Kooten (PhD 2001) is Professor of New Testament & Early Christianity at the Faculty of Theology & Religious Studies at the University of Groningen, researching the Bible in its historical and cultural context. He holds degrees from the universities of Leiden, Durham and Oxford, and was visiting fellow at the universities of Cambridge (2013-14) and Göttingen (2015).


Leia Mais:
A visita dos Magos: Mt 2,1-12

O Israel Antigo nos currículos acadêmicos de História

Recomendo uma visita ao Portal de Anais da Faculdades EST. E lá, à página dos Anais do Congresso Internacional da Faculdades EST, onde há muitos textos interessantes em pdf para download.

Anais do Contresso Internacional da Faculdades EST

E, na minha área, o texto de Josué Berlesi: O Israel Antigo nos currículos acadêmicos de História: considerações preliminares.

Leia Mais:
A História Antiga de Israel no Brasil: três opiniões
Como anda a história antiga de Israel no Brasil?




sexta-feira, 22 de abril de 2016

Uma nova revista bíblica: ReBIBlica

Cássio Murilo Dias da Silva enviou-me, da PUCRS, a notícia do nascimento de uma nova revista bíblica. Ele diz em seu texto:

ReBIBlica - Revista Brasileira de Interpretação Bíblica

Em setembro de 2015, os professores de Bíblia nos programas de pós-graduação (PPGs) de Teologia e/ou Ciências da Religião de todo o Brasil, diante da falta de uma revista adequada para publicar artigos científicos de maior envergadura no campo da pesquisa bíblica, propuseram-se a fundar uma revista em formato digital com periodicidade semestral. Esta revista recebeu o nome de ReBIBlica - Revista Brasileira de Interpretação Bíblica.

ReBIBlica será uma publicação destinada primeiramente à partilha da pesquisa dos docentes de Bíblia nos PPGs de Teologia e Ciências da Religião e terá como característica a qualidade dos textos. Os responsáveis pela revista esperam contar com a colaboração de pesquisadores que, mesmo não estando ligados a PPGs de Teologia e Ciências da Religião, tenham destaque e renome nos estudos bíblicos.

Além disso, não obstante o qualificativo "brasileira" no título da revista, haverá espaço para pesquisadores não só nacionais, mas também de outros países interessados em publicar no Brasil suas pesquisas por intermédio de ReBIBlica.

ReBIBlica conta com o apoio da ANPTECRE (Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Teologia e Ciências da Religião) e da ABIB (Associação Brasileira de Pesquisa Bíblica). Por tudo isso, antevê-se que ReBIBlica seja um avanço enorme para a pesquisa bíblica no Brasil, com todos os requisitos para, em breve, se tornar publicação de referência na área.

ReBIBlica se propõe a publicar artigos científicos na área dos estudos exegéticos e da teologia bíblica, pesquisas referentes à prática da tradução e da hermenêutica de textos bíblicos, estudos de arqueologia, de história e das culturas afins e contemporâneas ao mundo bíblico, propostas de releituras dos textos bíblicos na perspectiva da hermenêutica latino-americana. Para isso, serão publicados artigos com estudos linguísticos, literários, histórico-geográfico-culturais e, por excelência, teológicos das tradições bíblicas. Avaliações críticas e retomadas justificadas deste processo histórico, necessariamente, nortearão os estudos hermenêuticos publicados na ReBIBlica.

Esta nova revista bíblica ainda está em fase de estruturação. Em breve estará disponível na página de periódicos da PUC do Rio Grande do Sul. A equipe responsável por esta etapa de implantação deseja que o primeiro número de ReBIBlica esteja disponível em 2017. Antes disso, porém, a página da revista estará disponível para quem quiser se cadastrar como leitor, autor ou avaliador.

terça-feira, 19 de abril de 2016

Franquia de dados para internet fixa?

 >> Atualizado em 23.04.2016 - 15h10

:: Franquia de dados para internet fixa? Seja bem-vindo ao novo trote contra o consumidor - Hardware.com.br  16.03.2016

:: Perguntas e respostas importantes sobre o método de cobrança via franquia de dados para internet fixa - Hardware.com.br  13.04.2016

:: Ministério das Comunicações pede que Anatel defenda o consumidor contra a franquia de dados para internet fixa - Hardware.com.br 14.04.2016

:: Reclame AQUI cria o "reclamaço" e entra na briga contra a franquia de dados para internet fixa - Hardware.com.br 15.04.2016

:: Anatel: não há mais possibilidade para as operadoras de banda larga fixa oferecerem planos ilimitados - Hardware.com.br 18.04.2016

:: OAB, Idec e Proteste criticam Anatel por não barrar franquia de internet fixa - Agência Brasil 19.04.2016

 :: Anatel proíbe redução na velocidade de internet fixa por tempo indeterminado - Agência Brasil 22.04.2016

:: Limitar dados na internet fixa pode excluir usuários, dizem especialistas - Agência Brasil 23.04.2016


Leia Mais:
25 de março de 2014: Marco Civil aprovado

SOTER 2016: Tempos do Espírito - inspiração e discernimento

A SOTER - Sociedade de Teologia e Ciências da Religião - comunica que seu 29º Congresso Anual terá como tema Tempos do Espírito: inspiração e discernimento e será realizado no campus Coração Eucarístico da PUC-Minas, em Belo Horizonte, de 12 a 14 de julho de 2016.

O tema escolhido tem como objetivo colocar em pauta, para debate e reflexão, a situação atual da religião e os movimentos religiosos de tendência pentecostal e o crescente fenômeno de desinstitucionalização do cristianismo.


Leia Mais:
Congressos e publicações da SOTER

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Declaração da CNBB sobre o momento nacional

A Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou, na tarde desta quinta-feira, 14 de abril, Declaração sobre o momento nacional, dentro das atividades da 54ª Assembleia Geral da CNBB, que acontece em Aparecida (SP), de 6 a 15 de abril. Na ocasião, participaram o arcebispo de Brasília (DF) e presidente da CNBB, dom Sergio da Rocha; o arcebispo de Salvador (BA) e vice-presidente, dom Murilo Krieger; o bispo auxiliar de Brasília e secretário geral, dom Leonardo Steiner.

Frente à crise ética, política, econômica e institucional pela qual passa o país, o episcopado brasileiro conclama "o povo brasileiro a preservar os altos valores da convivência democrática, do respeito ao próximo, da tolerância e do sadio pluralismo, promovendo o debate político com serenidade. Manifestações populares pacíficas contribuem para o fortalecimento da democracia. Os meios de comunicação social têm o importante papel de informar e formar a opinião pública com fidelidade aos fatos e respeito à verdade".

Confira a íntegra do texto que foi aprovado pelo bispos reunidos na 54ª Assembleia Geral:


DECLARAÇÃO DA CNBB SOBRE O MOMENTO NACIONAL

“Quem pratica a verdade aproxima-se da luz” (Jo 3,21).

Nós, bispos católicos do Brasil, reunidos em Aparecida, na 54ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), frente à profunda crise ética, política, econômica e institucional pela qual passa o país, trazemos, em nossas reflexões, orações e preocupações de pastores, todo o povo brasileiro, pois, “as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos homens e mulheres de hoje, sobretudo dos pobres e de todos aqueles que sofrem, são também as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo” (Gaudium et Spes, 1).

Depois de vinte anos de regime de exceção, o Brasil retomou a experiência de um Estado democrático de direito. Os movimentos populares, organizações estudantis, operárias, camponesas, artísticas, religiosas, dentre outras, tiveram participação determinante nessa conquista. Desde então, o país vive um dos mais longos períodos democráticos da sua história republicana, no qual muitos acontecimentos ajudaram no fortalecimento da democracia brasileira. Entre eles, o movimento “Diretas Já!”, a elaboração da Carta Cidadã, a experiência das primeiras eleições diretas e outras mobilizações pacíficas.

Neste momento, mais uma vez, o Brasil se defronta com uma conjuntura desafiadora. Vêm à tona escândalos de corrupção sem precedentes na história do país. É verdade que escândalos dessa natureza não tiveram início agora; entretanto, o que se revela no quadro atual tem conotações próprias e impacto devastador. São cifras que fogem à compreensão da maioria da população. Empresários, políticos, agentes públicos estão envolvidos num esquema que, além de imoral e criminoso, cobra seu preço.

Quem paga pela corrupção? Certamente são os pobres, “os mártires da corrupção” (Papa Francisco). Como pastores, solidarizamo-nos com os sofrimentos do povo. As suspeitas de corrupção devem continuar sendo rigorosamente apuradas. Os acusados sejam julgados pelas instâncias competentes, respeitado o seu direito de defesa; os culpados, punidos e os danos, devidamente reparados, a fim de que sejam garantidas a transparência, a recuperação da credibilidade das instituições e restabelecida a justiça.

A forma como se realizam as campanhas eleitorais favorece um fisiologismo que contribui fortemente para crises como a que o país está enfrentando neste momento.

Uma das manifestações mais evidentes da crise atual é o processo de impeachment da Presidente da República. A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil acompanha atentamente esse processo e espera o correto procedimento das instâncias competentes, respeitado o ordenamento jurídico do Estado democrático de direito.

A crise atual evidencia a necessidade de uma autêntica e profunda reforma política, que assegure efetiva participação popular, favoreça a autonomia dos Poderes da República, restaure a credibilidade das instituições, assegure a governabilidade e garanta os direitos sociais. 

De acordo com a Constituição Federal, os três Poderes da República cumpram integralmente suas responsabilidades. O bem da nação requer de todos a superação de interesses pessoais, partidários e corporativistas. A polarização de posições ideológicas, em clima fortemente emocional, gera a perda de objetividade e pode levar a divisões e violências que ameaçam a paz social.

Conclamamos o povo brasileiro a preservar os altos valores da convivência democrática, do respeito ao próximo, da tolerância e do sadio pluralismo, promovendo o debate político com serenidade. Manifestações populares pacíficas contribuem para o fortalecimento da democracia. Os meios de comunicação social têm o importante papel de informar e formar a opinião pública com fidelidade aos fatos e respeito à verdade.

Acreditamos no diálogo, na sabedoria do povo brasileiro e no discernimento das lideranças na busca de caminhos que garantam a superação da atual crise e a preservação da paz em nosso país. “Todos os cristãos, incluindo os Pastores, são chamados a se preocupar com a construção de um mundo melhor” (Papa Francisco).

Pedimos a oração de todos pela nossa Pátria. Do Santuário de Nossa Senhora Aparecida, invocamos a bênção e a proteção de Deus sobre toda a nação brasileira.

Aparecida - SP, 13 de abril de 2016.


Dom Sergio da Rocha - Arcebispo de Brasília - Presidente da CNBB
   
Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, SCJ - Arcebispo de São Salvador da Bahia - Vice-Presidente da CNBB

Dom Leonardo Ulrich Steiner - Bispo Auxiliar de Brasília - Secretário-Geral da CNBB

Fonte: CNBB

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Carlos Mesters: Jeremias, um homem apaixonado

MESTERS, C. O profeta Jeremias: um homem apaixonado. São Paulo: Paulus/CEBI, 2016, 168 p. - ISBN 9788534943048.

O profeta Jeremias: um homem ap

Diz Carlos Mesters no Prefácio:

A última edição deste livro foi feita em 1992, com o título O profeta Jeremias, boca de Deus, boca do povo. Já faz mais de vinte anos. Teve ao todo três edições. De lá para cá, muita água passou debaixo da ponte, muitas coisas novas aconteceram, muitas luzes vieram clarear os olhos com que hoje lemos o livro do profeta Jeremias: ficou muito mais nítida a sua missão como profeta; deu para sentir melhor a sua luta, sua paixão, sua experiência do amor eterno de Deus; apareceu com mais clareza a sua atualidade para nós. Por isso, esta quarta edição, mesmo tendo muitas coisas iguais à terceira, tem muitas coisas novas, a começar pelo título: O profeta Jeremias, um homem apaixonado. É quase uma nova edição, revista e aumentada.